Resgatando a história: André Amaral apresenta projeto para homenagear Dom Pedro II

O deputado federal André Amaral (PMDB-PB) apresentou um Projeto de Lei (PL nº 8.259, de 2017), que visa colocar o ex-imperador do Brasil, Dom Pedro II, no registro do livro Panteão dos Heróis da Pátria. O projeto já teve parecer favorável do relator da matéria, o também deputado Cabuçu Borges (PMDB-AP), e está sendo bastante comemorado entre os estudiosos, grupos que defendem a monarquia e familiares de Dom Pedro II.

O jovem deputado paraibano fez questão em ressaltar os motivos que o levou a apresentar esse PL em homenagem a Dom Pedro: “Quando falamos de cultura política, respeito ao parlamento a coisa pública, muita gente não sabe, mas Dom Pedro II foi um dos maiores estadistas do mundo, sobretudo nesses critérios. Desde os seus 14 anos viveu pela nação, estudou muito, viajou e patrocinou tudo que viesse a elevar o conceito do Brasil mundo a fora; e outras coisas que poucos sabem, o combate a corrupção no segundo reinado, a imprensa livre, o respeito que o parlamento dele tinha e ele além de respeitar a instituição, intervia minimamente nos sucessos governos e na vida parlamentar”, explicou.

O deputado André Amaral ainda vai realizar uma sessão solene em homenagem ao ex-imperador com a presença de todas as pessoas que se identificam com a história de Dom Pedro II, além da presença de chefes de governo. “No dia 11 de dezembro próximo, estaremos lá na Câmara Federal com cidadãos brasileiros, historiadores, descendentes, a classe política e inclusive vou convidar chefes de estados vivos, para que façamos neste dia, não só um dia sem disputas partidárias, mas um dia como ele mesmo desejou em seu leito de morte que é de paz e prosperidade para o Brasil”, argumentou.

O parlamentar federal ainda frisou: “Acho que devemos resgatar um Brasil real, livre de problemas institucionais que vivenciamos nos últimos tempos. Ao contrário dos que falam mal e torcem pelo acirramento da crise política, acredito que temos que promover e resgatar bons exemplos e não só isso, preservar a instituição de maior representatividade de um povo que é o parlamento aberto a todos”, pontuou o deputado federal André Amaral.

Sobre Dom Pedro II

Pedro II foi o segundo e último Imperador do Império do Brasil durante 48 anos, de 1840 até sua deposição em 1889. Nascido no Rio de Janeiro, foi o filho mais novo do imperador Pedro I do Brasil e da imperatriz Dona Maria Leopoldina de Áustria.

Passou a maior parte de sua infância e adolescência estudando em preparação para imperar.

Um erudito, o imperador estabeleceu uma reputação como um vigoroso patrocinador do conhecimento, cultura e ciências. Ganhou o respeito e admiração de estudiosos.

O Império do Brasil foi encerrado em 15 de novembro de 1889, por meio de um golpe de Estado. Pedro II não permitiu qualquer medida contra sua remoção e não apoiou qualquer tentativa de restauração da monarquia, passando os seus últimos dois anos de vida no exílio na Europa. Algumas décadas após sua morte seus restos mortais foram trazidos de volta ao Brasil como os de um herói nacional.

Livro do Panteão da Pátria

Um livro de aço com os nomes dos heróis e heroínas que se destacaram na luta pelo país. Este é o “Livro dos heróis e das heroínas da Pátria”, guardado no Panteão da Pátria Tancredo Neves, na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Com dez páginas preenchidas, e várias outras em branco, o livro está prestes a ganhar quatro novos nomes.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.