Levantamento aponta que Veneziano Vital é o deputado mais popular nas redes sociais

Nunca os políticos tiveram tantas alternativas para falar diretamente com os eleitores, podendo dispensar, muitas vezes, a mediação dos tradicionais meios de comunicação. Num clique, eles podem ser vistos, avaliados, admirados e também odiados por milhões de usuários das redes.

Apesar dos riscos inerentes da maior exposição, as mídias sociais ampliaram as possibilidades de contato dos políticos, permitindo que eles se posicionem diretamente para suas audiências sobre os temas polêmicos do dia a dia. Análise recém-concluída verificou o desempenho dos políticos paraibanos na mídia social Facebook, apontando aqueles que podem ser considerados os mais hábeis em ocupar e mobilizar audiências.

O estudo foi realizado entre os dias 01 de agosto e 20 de setembro, coordenado pelo CEO Alek Maracajá, da AtivaWebGroup, empresa com 15 anos de atuação no mercado paraibano. Com o desempenho dos deputados federais paraibanos, o RádioBlog inicia neste domingo (1) série de publicações apresentando a análise da AtivaWebGroup.

Segundo Alek, os dados do monitoramento de presença são baseados na análise dos perfis, publicações e engajamento dos parlamentares.

Mais Popular

Segundo o levantamento, com 70.531 curtidas, Veneziano Vital (PMDB) é o deputado federal paraibano mais popular do Facebook, seguido de Luiz Couto (PT) com 58.842, Efraim Filho (DEM) com 54.515, Pedro Cunha Lima (PSDB) com 48.804 curtidas e Hugo Mota (PMDB) com 42.866 curtidas.

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do Governo Temer na Câmara dos Deputados, é o parlamentar paraibano mais impopular na rede social Facebook, com apenas 547 curtidas em seu perfil, seguido de Damião Feliciano (PDT) com 1.223 e Wellington Roberto (PR) com 7.579 curtidas.

Os deputados Wilson Filho (PTB) 41.431 curtidas, Rômulo Gouveia (PSD) 12.820 e Benjamin Maranhão (SD) 11.175, foram apontados pelo levantamento da AtivaWebGroup como parlamentares com desempenho mediano.

 

Paraíbaradioblog

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.