Oposição acusa secretário de Cartaxo e familiares de participação em irregularidades na obra da Lagoa

A bancada de oposição reuniu a imprensa na manhã desta quarta-feira (07) para denunciar a existência de familiares de um secretário da Prefeitura de João Pessoa com envolvimento nas obras da Lagoa. O líder da oposição, vereador Bruno Farias, denunciou que no período da execução da obra havia familiares do secretário de Infraestrutura, Cássio Andrade, em postos chaves na empresa responsável pelo serviço e na Caixa Econômica Federal.

A esposa do secretário, Luciana Maroja, de acordo com a denúncia, trabalha na Caixa Econômica no setor da Gerência Executiva de Governo da Caixa Econômica Federal (Gigov). A Gigov é a unidade gestora responsável pela operação dos contratos de repasse e outros programas governamentais.

A irmã da esposa de Cássio, que é sua cunhada Flaviana Maroja, trabalha também na Secretaria de Infraestrutura como ouvidora. Já o concunhado do secretário, Marcos Santos, trabalhava na Compecc ate dezembro de 2016, sendo que desde abril de 2017 ele é Assessor na Seinfra.

De acordo com os vereadores, existem evidências muito claras de que houve superfaturamento na obra e desvio de recursos públicos. Devido aos postos chaves que eram ocupados pelos familiares de Cássio Andrade durante a execução da obra existe a especulação de que tenha acontecido tráfico de influências.

Cássio Andrade, secretário de Infraestrutura da Prefeitura Municipal de João Pessoa      

As informações colhidas pelos vereadores serão encaminhadas aos órgãos competentes para a devida apuração dos fatos. Os oito vereadores da bancada de oposição pretendem peticionar ao Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Polícia Civil para que tomem conhecimento dos fatos.

Além dos vínculos familiares também há relação profissional entre eles. Flaviana e Luciana são sócias na empresa Polímero Engenharia. Já os concunhados Cássio e Marcos são sócios na empresa Madre Projetos e Construções Ltda. Marcos e Luciana são sócios da Nordenco Nordeste Ltda.

Os vereadores da oposição pretendem ainda convidar as pessoas citadas na denúncia para prestarem esclarecimentos sobre o caso na Câmara de João Pessoa.

 

ClickPB

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.