TRE da Paraíba julga improcedente ação que pedia cassação do governador Ricardo Coutinho

Na tarde desta quinta-feira (16), o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) julgou improcedente ação impetrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que pedia a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB). A alegação do MPE era de conduta vedada nas eleições do ano de 2014.

A denúncia era de uma suposta conduta vedada da gerente de ensino, Francisca de Lucena Henrique, onde teria coagido prestadores de serviço do Estado, no município de Princesa Isabel, a votarem no candidato à reeleição, Ricardo Coutinho.

O procurador do MP, Marcos Alexandre Bezerra Queiroga, emitiu parecer pela improcedência da ação por ausência de provas. O voto foi seguido pelo relator, Breno Wanderley, sendo acompanhado por unanimidade pela corte eleitoral.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.