Fim dos alagamentos e transtornos: Cartaxo entrega primeira etapa da Ponte da Beira Rio

Quem circulou pela Avenida Beira Rio durante a manhã já conferiu a conclusão da primeira etapa da ponte que vai resolver definitivamente os problemas de alagamento e de fluidez do trânsito nas proximidades da rotatória do Altiplano. Um conjunto de intervenções realizadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que inclui as fases já realizadas da duplicação da Avenida Panorâmica, desassoreamento do Rio Jaguaribe, criação de um acesso entre a avenida e a Epitácio Pessoa, transformarão a Beira Rio na avenida mais completa do ponto de vista da mobilidade urbana. Nesta quinta-feira (16), o prefeito Luciano Cartaxo vistoriou o local e destacou a importância histórica da obra para a Capital.

A previsão é de que até o final deste ano, a Avenida Beira Rio esteja dotada de cinco quilômetros de ciclovia, ligando a praia de Cabo Branco ao Parque da Lagoa Solon de Lucena, calçadas requalificadas e com acessibilidade e espaço para os veículos e transporte público. Com a Ponte da Beira Rio, que teve a primeira etapa entregue nesta quinta, foi feito um elevado no nível da pista em cerca de dois metros e meio. Essa medida acaba de vez com o risco de o nível do rio subir mais que a altura da ponte, dando fim aos alagamentos que inviabilizavam totalmente o trânsito nos períodos chuvosos, pois a via se constituía apenas de uma pista sobre um bueiro.

“Estamos falando de um conjunto de obras nesta região. Primeiramente nós fizemos a duplicação da Avenida Panorâmica, no Altiplano, que é o bairro mais verticalizado da cidade, o acesso da Epitácio à Beira Rio, através da Rua do Capim, o desassoreamento do rio, e estamos fazendo a requalificação da Avenida Beira Rio, com a padronização de calçadas para o pedestre, mais de 5 km de ciclovia, espaço para o veículo e para o transporte coletivo. E a primeira etapa da ponte que vai garantir um fluxo melhor de veículos nos dois sentidos”, destacou o prefeito.

ponte beira rio 1
Segundo ele, a PMJP agora poderá dar prosseguimento à segunda etapa da obra, que consiste na construção da ponte no sentido Centro-Praia. Durante esta segunda etapa, a ponte entregue nesta quinta funcionará nos dois sentidos, uma vez que ela conta com quatro vias, duas ficando no sentido Praia-Centro e duas no sentido Centro-Praia. A via que os motoristas estavam utilizando até ontem para chegar do Centro na rotatória do Altiplano será bloqueada ainda hoje para liberar a via para as obras.

“Esse conjunto de ações não são pontuais ou isoladas. Fazem parte de um planejamento da Prefeitura e que a cidade aguardava por mais de 30 anos. Portanto, o trabalho está sendo concluído e vamos avançar com a segunda etapa. Tem também uma parte feita com a Semob no que se refere à engenharia de trânsito em toda esta região dos bairros de Tambaú, Cabo Branco e Altiplano. Vamos continuar trabalhando neste ritmo porque entendemos que estamos enfrentando desafios históricos na cidade com muito trabalho e planejamento”, explicou Luciano Cartaxo.

Mudanças no trânsito – O superintendente de Mobilidade Urbana (Semob), Carlos Batinga, destacou que com a entrega da primeira etapa da obra, foram feitas intervenções no trânsito da região para facilitar a fluidez dos veículos. Ele explicou que este primeiro momento é de adaptação por parte dos motoristas e que educadores de trânsito e agentes de mobilidade urbana ficarão no local orientando a população, abordando pedestres e condutores, divulgando mapas e explicando como deve ser o comportamento de todos.

“Como quem circula aqui são pessoas do cotidiano do local, acredito que com dois ou três dias já estarão acostumados à nova circulação e o trânsito vai fluir bem melhor. Nós continuaremos complementando a implantação das mudanças com o reforço de sinalização nestes dias, porque tivemos que implantar sem interromper o funcionamento do trânsito. Mas toda mudança é assim, não se faz mudança de trânsito sem essa fase de adaptação no primeiro momento, porque se muda o comportamento do motorista. No entanto, como está bem sinalizado, já está funcionando bem”, disse.

A Semob-JP sinalizou todas as ruas e trechos que formam o projeto de circulação. Mas é preciso que a população fique atenta as placas indicativas. A partir do final da Beira Rio, a Avenida Monsenhor Odilon Coutinho passa a ser mão única até a praia. Os veículos que vêm da orla, no sentido Centro, seguirão pela Avenida Cairu (agora em mão única), entram à esquerda na Paulino Pinto, depois à direita na Beira Rio.

Para quem está em Tambaú, com destino ao Altiplano, tem como opção a Rua Juiz Amaro Bezerra, depois à direita na Avenida Cairu, esquerda na Paulino Pinto, seguindo em frente na Rua João Cyrillo (ladeira do Altiplano). Os veículos que vêm da Beira Rio, sentido orla, seguem pela Avenida Monsenhor Odilon Coutinho (em sentido único) até a Avenida Cabo Branco.

Binário – As avenidas Cairu e Monsenhor Odilon Coutinho passam a formar um binário. Antes, as duas avenidas operavam em mão dupla de circulação, agora passam a operar em mão única, sendo a Cairu no sentido praia / Centro e a Mons. Odilon Coutinho no sentido Centro / praia. O binário proporciona mais fluidez ao tráfego de veículos, pois são pistas no mesmo sentido de circulação, bem como mais segurança para os pedestres que precisam observar apenas um sentido da via para realizar a travessia.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.