Polícia apresenta segundo acusado de participação no esquartejamento de paraibanos na Espanha

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa, apresentou, na manhã desta sexta-feira (28), o segundo suspeito de ter participado de chacina da família de paraibanos, em agosto deste ano na Espanha.

De acordo com as investigações, o estudante Marvin Henriques Correia, de 18 anos, teria recebido imagens do crime em tempo real, por meio do WhatsApp, e orientava Patrick Gouveia, de como ele deveria fazer para esquartejar os corpos.

Durante o interrogatório, Marvin afirmou que se arrependeu de ter participado do crime e disse que não estava ciente da dimensão do que tinha feito.

A Polícia Federal foi informada da participação de Marvin no homicídio, quando ele teria emprestado o celular a um amigo, que ao ver as imagens dos corpos, acionou a PF.

Marvin, havia sido interrogado pela Polícia Federal há duas semana, e vinha sendo monitorado pela Polícia Civil desde essa quinta-feira (28), mas foi preso nas primeiras horas de hoje. Ele irá responder ao crime no Brasil.

você pode gostar também Mais do autor