Justiça notifica e Durval Ferreira terá que instalar CPI da Lagoa na Câmara dos Vereadores

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP), já foi notificado na manhã desta segunda-feira (17), para instalar a CPI da Lagoa na Casa.

No dia 12 de maio, o juiz da 1° Vara da Fazenda Pública, Marcos Sales determinou a implantação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com objetivo de investigar o desvio de recursos na obra do Parque Solon de Lucena (Lagoa), mas apenas nesta terça-feira (17), o parlamentar foi notificado.

Como a CPI foi arquivada pelo presidente da Câmara, os vereadores da oposição procuraram o judiciário para conseguir a instalação da Comissão. A notificação determina um prazo de cinco dias a instauração da CPI.

A Controladoria Geral da União (CGU) aponta desvios R$ 10 milhões na execução dos serviços na revitalização da Lagoa. Com esses dados o vereador Renato Martins defendeu a criação da CPI na CMJP, mas o presidente da Casa engavetou o pedido.

 

Paraíba.com

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.