Servidores do MP dá prazo até março para solução da data-base e cobra retroativos

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público da Paraíba (SINDSEMP-PB) e a Associação dos Servidores do Ministério Público da Paraíba (ASMP-PB) realizaram, nessa sexta-feira (19), assembleia geral extraordinária com a categoria.

Na oportunidade, os servidores foram informados a respeito das negociações e mobilização para a Campanha Salarial 2016. De acordo com o presidente Daniel Guerra, a categoria se mostrou descontente com a indefinição da data-base, que deveria ter sido aplicada desde o dia 1º de janeiro. “Entendendo o atual cenário de dificuldades, mas acreditando que nos será apresentada uma proposta satisfatória, capaz de minorar os efeitos adversos decorrentes da inflação acumulada, decidimos continuar com o processo de negociação com data limite até o mês de março”, revelou.

Daniel disse que caso não haja avanço na negociação até esse prazo, “caminhos alternativos poderão ser trilhados”.

Ficou decidido ainda que o SINDSEMP-PB deverá ingressar com Ação Judicial para cobrar valores retroativos referentes à implantação do PCCR aos inativos junto a PBPREV.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.