Orçamento Participativo diploma conselheiros eleitos no ciclo 2019 e reforça canal de diálogo da PMJP com a população

Os 260 conselheiros eleitos no ciclo deste ano do Orçamento Participativo de João Pessoa foram diplomados na noite desta quinta-feira (21), durante a Assembleia Geral do OP 2019. O evento aconteceu na Escola Municipal Dom Helder Câmara, no bairro do Valentina Figueiredo. Todos eles irão atuar a partir de janeiro de 2020, num diálogo permanente entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e a população.

Para o secretário do Orçamento Participativo, Francisco José das Chagas, este foi o ano com o maior número de conselheiros já feito na história do OP. “Isso mostra que a gestão do prefeito Luciano Cartaxo tem sido atraente para a população, através de suas obras e ações que são frutos da participação popular. Cada obra feita nos bairros da Capital tem o espírito de um conselheiro desse que tanto ajuda a Prefeitura Municipal de João Pessoa”, ressaltou.

O secretário Francisco José ainda fez um balanço deste ano do Orçamento Participativo. “Foram tantas realizações, tanto do ponto de vista material quanto do ponto de vista de participação popular. Nós temos várias obras que já foram realizadas e que ainda estão sendo executadas em João Pessoa. Pavimentações, novas praças, iluminação em LED, recapeamento asfáltico. Todas elas geradas e discutidas com os conselheiros, lideranças e presidentes de associações pelo OP. Então, a conclusão é que este foi um ano muito produtivo e que entremos em 2020 com o propósito de fazer ainda mais”, complementou.

Aline Gouveia, eleita conselheira municipal da 2ª Região, ressaltou a importância do Orçamento Participativo para a cidade de João Pessoa. “É uma ferramenta muito importante porque traz o povo para perto da gestão. Esse conselheiro eleito observa as demandas da sua região e passa direto para os secretários. E, em 2019, nós já vimos que foram muitos resultados positivos nas demandas”, afirmou.

Quem também fez questão de ressaltar a importância do OP na gestão municipal foi o Carlos Alberto, eleito conselheiro da 5ª Região de Participação Popular. “Toda ação da Prefeitura, seja ela qual for, é muito importante para o povo. E é através do conselheiro que a demanda chega na Prefeitura para ser feita. Eu fui indicado pela população do meu bairro, que é o Geisel. Lá, estamos com várias obras. Inclusive, uma das mais importantes que é a revitalização do nosso mercado público. Quem mais ganha é a população”, comemorou.

OP 2019 – O ciclo 2019 do Orçamento Participativo fez história. Foram mais de seis mil pessoas ouvidas nas Plenárias durante todo o ciclo. Também foi criado o projeto OP Temático, em que o secretário titular de cada pasta foi aos bairros ouvir as principais demandas das regiões. O OP existe em João Pessoa desde 2005, permitindo a população dispor de um instrumento da democracia participativa, que promove o diálogo direto com o poder público municipal, sobre o melhor encaminhamento dos recursos públicos do orçamento municipal.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.