Segundo dados do Caged, Paraíba gera melhor saldo de empregos para o mês de outubro dos últimos seis anos

O mercado de trabalho paraibano gerou o maior saldo de empregos para o mês de outubro dos últimos seis anos. Com base nas informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (21) pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a Paraíba gerou saldo de 1.864 postos com carteira assinada no último mês, resultado da diferença de 11.695 admissões contra 9.831 desligamentos.

A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível foi em outubro de 2013, quando as admissões superaram as dispensas em 2.739 postos no Estado da Paraíba.

As cinco principais atividades econômicas geraram emprego em outubro foram serviço (612); comércio (466); indústria de transformação (338); agropecuária (272), do comércio (421) e da construção civil (128). Os municípios de João Pessoa (896) e de Santa Rita (290) concentraram os maiores saldos, enquanto no ano o município de Sousa é quem lidera entre os maiores municípios do Estado com saldo de 2.706 postos.

Paraíba gera saldo de 6.750 postos no ano – No acumulado de janeiro a outubro, o saldo de empregos da Paraíba é de 6.750 postos de trabalho. Dos dez meses deste ano, sete tiveram geração com saldo positivo, com destaques para os últimos dois meses de agosto (6.770) e setembro (3.098) e outubro (1.864).

Regiões tiveram saldo positivo – As cinco regiões tiveram saldo positivo em outubro, com destaque para a região Sul, com a geração de 27.304 novas vagas. Nordeste teve +21.776; Sudeste, +15.980; Norte, +4.315; e Centro-Oeste, +1.477. No País, o mês de outubro gerou resultado positivo pelo sétimo mês consecutivo na geração de empregos formais. O saldo registrado é de 70.852 novas vagas, resultado de 1.365.054 admissões e 1.294.202 desligamentos no período.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.