Após insinuar querer fazer críticas ao Governo, João Azevêdo exonera esposa do deputado João Bosco Carneiro Junior

Não demorou muito e nesta sexta-feira (8), o Diário Oficial do Estado trouxe a exoneração dos quadros de servidores estaduais, da esposa do deputado estadual João Bosco Carneiro (Cidadania). O deputado havia colocado à disposição do governador João Azevêdo (PSB) seus cargos no Governo.

Raquel Carneiro ocupava o cargo em comissão de assessor de gabinete do governador, símbolo CAD-4.

Na última quarta-feira (6), Bosco Carneiro protocolou ofício comunicando ao governador que estava abrindo mão das indicações feitas na gestão estadual.

Ao justificar a decisão, o parlamentar alegou que sem os cargos estaria mais à vontade para fazer críticas ao governo. Ele lembrou que apesar de integrar a bancada aliada sempre criticou a gestão, quando achou necessário, mas em contrapartida, sentia certa resistência por conta de seu posicionamento.

Em entrevista a uma emissora de rádio, ainda na quarta-feira, Bosco disse que se manteria aliado ao governador, mas que se seu posicionamento fosse entendido como rompimento, ele teria rompido com o governo. “Se na cabeça de alguém isso é rompimento, eu rompi”, afirmou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.