Godstock abre a 3ª edição do ‘Cidade Viva Experience’ nesta quarta-feira

A programação do GodStock 2019 abre às 18h, desta quarta-feira (6), a 3ª edição do ‘Cidade Viva Experience’, no Campus Metropolitano Cidade Viva, localizado às margens da BR 101 (Km 95). Pastores e líderes de igrejas de vários municípios da Paraíba e do Nordeste vão viver durante três dias uma experiência de imersão e de compartilhamento, de forma coletiva, sobre as ações, realizações e o próprio modus operandi do Projeto Cidade Viva e de como aplicá-los em seus contextos. Os interessados ainda poderão se inscrever por meio do link  www.cidadeviva.org/evento/cidade-viva-experience

“A decisão de fazer a 3ª edição do Cidade Viva Experience em pleno Godstock foi para oportunizar líderes e pastores da Grande João Pessoa e também de outras cidades do Nordeste vivenciarem mais de perto essas ações, mas também buscar  o fortalecimento da Rede GodStock, que é formada por 130 comunidades em onze Estados”, revelou o pastor e secretário executivo da Fundação Cidade Viva, José Marcelo. O movimento GodStock é uma onda de amor que combina evangelismo com ações de arte, cultura, empreendedorismo, meio ambiente e da dignificação da pessoa humana envolvendo milhares voluntários.

Os participantes vão conhecer as experiências acumuladas de 17 anos da Cidade Viva em diversas áreas de atuação realizadas tanto no interior da igreja (educacional; formação de redes/grupos pequenos; integração; Ame&Sirva) como em dezenas de ministérios que promovem a dignificação do ser humano e a transformação social em contextos das zonas urbana e rural, com uma série de estratégias e métodos. As experiências serão repassadas por meio de oficinas; plenárias; mesas redondas; TEDx (curtas palestras de alto impacto); momentos de discussão em grupos pequenos para diálogos intencionais como forma de levar líderes de diversas igrejas conhecer de forma mais aprofundada os projetos e ações da Cidade Viva, articulando em três dias o pensamento estratégico; a inteligência relacional, tecnologias sociais; redes sociais, iniciativas ministeriais, networking, mentoreio, além de diversos recursos, como materiais para grupos pequenos, estudos, livros, pregações, consultorias, treinamentos, imagens e vídeos. “Vamos trazer também exemplos de algumas abordagens e estratégias que não foram bem sucedidas, mas que serviram de lições e de muita aprendizagem para outros projetos e realizações da igreja”, explicou o pastor e secretário executivo da Fundação Cidade Viva, José Marcelo.

Líderes participam do Cidade Viva Experience – Os pastores Sérgio Queiroz, Saulo Ribeiro, Thiago Dutra e José Marcelo estão entre os preletores do evento, que será aberto nesta quarta-feira, às 18h, na Capela do Campus Metropolitano. A programação segue nos outros dois dias: quinta-feira (7) das 8h às 22h; e na sexta-feira (8) das 8h às 16h.

Formato e conteúdo mantidos – “A 3ª edição do Cidade Viva Experience mantém o mesmo formato e conteúdo das duas primeiras versões realizadas. A perspectiva é de compartilhar com outros líderes e igrejas tudo que realizamos como igreja local em nossas iniciativa missionais; na estrutura organizacional e estratégias; na parte operacional; nas dezenas de ministérios; nas diversas redes de acordo com o perfil, mais conhecidos como grupos pequenos,  mas que chamamos de conexões, além de como atuamos nos relacionamentos com as pessoas nas cidades; em parcerias com as igrejas locais; com as agências missionárias; fortalecimento da Rede Godstock; e, e agora, na expansão de parcerias com comunidades na Europa e também na África para cumprir a missão de influenciar as pessoas a viverem um cristianismo bíblico e relevante a partir de uma cosmovisão cristã sensível aos contextos socioculturais”, destacou José Marcelo.

Os dez campi da Cidade Viva – Atualmente, o Projeto Cidade Viva é formado por dez campus (unidades), distribuído em quatro cidades da Paraíba (João Pessoa, Campina Grande; Sapé e Conde) que atua com apoio de 3,3 mil voluntários ativos em cerca de 50 projetos com foco em transformar histórias de vida e contextos, por meio da graça e do poder de Deus. Os ministérios atuam em presídios (masculino e feminino); em hospitais; centros de recuperação de adolescentes; abrigos de crianças e de idosos; comunidades de surdos e de moradores de rua; recuperação de dependentes químicos e codependentes; educação ambiental; além de cursos de qualificação e de empreendedorismo com apoio da Fundação Cidade Viva. Mais informações sobre os campi no link  https://cidadeviva.org/campi

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.