Pequenos negócios da Paraíba geram mais de 1,5 mil novos postos de trabalho durante o mês de setembro

Em um cenário ainda marcado por altos índices de desemprego no país, os pequenos negócios seguem mostrando a sua força e importância para o reaquecimento do mercado de trabalho e da economia como um todo. É o que indica levantamento realizado pelo Sebrae, a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). De acordo com os números, os pequenos negócios da Paraíba geraram no mês de setembro 1.551 novos postos de trabalho.

“Setembro historicamente é um mês já de preparação e reforço das equipes para as atividades do último trimestre do ano. Além disso, com a proximidade do verão, os diversos setores já dão seus primeiros passos no planejamento para o período, o que também se reflete nos estoques de empregos”, pontuou o analista do Sebrae Paraíba, Ismael Nóbrega.

Assim como a Paraíba, a região Nordeste como um todo também encerrou o mês de setembro com um saldo positivo de 23.364 empregos gerados pelas micro e pequenas empresas (MPE). Já os números nacionais apontam que os pequenos negócios criaram 119 mil postos de trabalho com carteira assinada no país, que representam 75,7% das 157.213 vagas geradas durante o mês, que registrou o maior saldo para setembro desde o ano de 2013.

Ainda conforme o levantamento do Sebrae, os setores que mais geraram novas vagas de trabalho entre os pequenos negócios do país no mês de setembro foram o de serviços (52.955), comércio (28.934), indústria de transformação (18.346) e construção (17.676). Também foram criados novos empregos nos segmentos de agropecuária (435), indústria extrativa mineral (382) e serviços industriais de utilidade pública (289).

“O setor de serviços segue firme como o que gera o maior estoque de empregos. Esse fato reforça a tendência de queda no consumismo, e não no consumo. Setores ligados à manutenção, reparos e consertos acompanham essa tendência. Além disso, a busca por cuidados com a saúde, bem-estar e por um estilo de vida saudável também contribui para o aumento do emprego neste setor”, acrescentou Ismael Nóbrega.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.