Em Campina, Romero anuncia 25 de outubro como nova data para entrega do Aluízio Campos

Através das redes sociais, o prefeito Romero Rodrigues anunciou, no início da tarde desta sexta-feira, 27, a nova data para entrega oficial do Conjunto Residencial Aluízio Campos: 25 de outubro.

 

O plano inicial da Prefeitura era fazer a inauguração da obra de 4.100 unidades residenciais no próximo dia 11, mas um fator preponderante alheio à vontade do poder público municipal terminou por pesar na alteração: o volume de documentos a serem produzido e impresso pelo Banco do Brasil, e assinados pelos futuros mutuários, comprometeu o cronograma estabelecido.

 

De fato, segundo informa o prefeito, o processo burocrático é extenuante. Cada um dos 4.100 mutuários terá de assinar três vias do contrato – sendo que cada contrato dispõe de 40 páginas – ou seja, 120 páginas por habitação. O total do processo burocrático dessa fase do Aluízio Campos totaliza 492 mil páginas, todas assinadas. “Para se ter ideia, são 750 quilos de papel”, explica o prefeito.

 

Em condições normais, o Banco do Brasil concentra a produção/confecção de contratos em São Paulo (SP), mas o prefeito Romero Rodrigues está fazendo gestões junto à instituição financeira oficial para que se encontre uma forma alternativa mais ágil, inclusive colocando a Prefeitura à disposição no apoio à operação.

 

Mutirão para assinaturas

 

O esforço da Prefeitura, segundo ainda Romero Rodrigues, será no sentido de, tão logo os contratos estejam disponíveis ser preparado um calendário para que se colham as assinaturas dos proprietários das casas e apartamentos do Aluízio Campos.

 

A Secretaria de Planejamento do Município já informou a Romero que essa fase pode ser perfeitamente concluída sem transtornos, num prazo relativamente curto, diante da experiência exitosa que foi, em três dias, organizar as vistorias coletivas no complexo residencial, na semana passada.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.