Avançam as obras de construção do Polo de Modas de Campina Grande

Tendo como meta o desenvolvimento econômico e a consequente geração de empregos, avança o projeto de construção do futuro Polo de Modas de Campina Grande. A obra é executada às margens da BR-104 com a BR-230, por onde trafegam diariamente 17 mil veículos, além de 70% dos sacoleiros que se dirigem ao polo comercial em Pernambuco (Toritama, Caruaru, Santa Cruz). As obras acontecem graças a uma parceria público-privada.

Segundo o prefeito Romero Rodrigues, este é um ponto estratégico e dará maior visibilidade aos pequenos fabricantes de Campina Grande, tendo em vista que, diariamente, 17 mil veículos e 70% dos sacoleiros que se dirigem ao polo comercial em Pernambuco (Toritama, Caruaru, Santa Cruz) passam pelo local.  O futuro Polo de Moda da cidade está sendo instalado na área comercial do Complexo Aluízio Campos, no bairro do Ligeiro.

Conforme Romero, esta ação que vai concretizar um antigo sonho do povo campinense, que almeja competir economicamente com outras importantes cidades do Nordeste, sobretudo do interior pernambucano.

O futuro espaço comercial vai abrigar centenas de empreendimentos, beneficiando comerciantes do setor de confecção, calçados e artesanato. No local, já existe um stand e as máquinas estão em franco processo de operação, sobretudo em serviços de fundação, tornando concreto este sonho de muitas décadas da população local, o que vai garantir mais empregos para os campinenses.

Trata-se de um projeto estratégico e que dará maior visibilidade aos pequenos fabricantes de Campina Grande, nas áreas de modas, confecções e artesanato, tendo em vista que o Polo de Moda terá uma área coberta de 12 mil m², um amplo estacionamento para ônibus e carros, além de uma praça de alimentação que deve oferecer café da manhã, almoço e jantar.

Pelo projeto, serão instalados no piso térreo 338 boxes (9 metros quadrados), seis lojas restaurantes (38 metros quadrados) e setor de Administração. No piso inferior, a previsão é de 562 boxes (3 metros quadrados), seis lojas restaurantes (14 metros quadrados), quatro call work, uma sala multiuso e depósito.

Já no piso superior serão instaladas duas lojas ancoras (691 metros quadrados), quatro lojas (176 metros quadrados), oito lojas (93 metros quadrados), oito lojas (47 metros quadrados), oito lojas (24 metros quadrados) e 12 lojas restaurantes (38 metros quadrados).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.