UPA Bancários completa um ano de funcionamento com 106 mil usuários atendidos

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo visitou, na manhã desta terça-feira (27) a Unidade de Pronto Atendimento Especialidades Dr. Luiz Lindbergh Farias (UPA-E Bancários) que está completando hoje um ano de funcionamento. Neste período, já atendeu 106,5 mil usuários, número que corresponde a uma média de 8,8 mil acolhimentos mensais. Desse total 40% dos pacientes são oriundos de outros municípios . Com a inauguração da unidade, somada às outras três UPAs, João Pessoa se tornou a única Capital do Nordeste com cobertura 100% deste tipo de serviço.

“Há um ano a Capital paraibana se tornou uma cidade diferenciada na região por ser a primeira a dispor de atendimento de pronto-atendimento com capacidade de cobertura de toda a população. Através de um esforço de nossa gestão, construímos três das quatro UPAs da cidade, em pontos estratégicos para facilitar o acesso da população e agora comemoramos um ano da UPA dos Bancários na certeza de que os serviços se tornam cada vez melhores e com um atendimento mais humanizado e próximo do povo”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

O serviço funciona 24 horas por dia e recebe casos de urgência e emergência, com o diferencial em relação às demais unidades de pronto atendimento, de oferecer a especialidade de ortopedia, atendendo casos de torções, luxações e fraturas que não necessitam de cirurgias.

A equipe da UPA-E Bancários conta com médicos (clínicos gerais, pediatras e ortopedistas), enfermeiros, assistentes sociais, farmacêuticos, bioquímicos e técnicos de diversas especialidades. De acordo com a diretora geral da unidade, Claudenice Mendes, as equipes buscam atender os pacientes de forma humanizada.

“Garantimos uma resolutividade aos usuários por ter uma característica diferenciada. Somos porta aberta e equipada, tanto em tecnologia como em profissionais capacitados para oferecer um atendimento dinâmico, rápido e resolutivo”, destacou a diretora do serviço. “Na Upa Bancários, além da oferta da assistência em pediatria e clínica, dispomos de especialidade em ortopedia”, completou.

Classificação de Risco – Além da UPA-E Bancários, a população de João Pessoa conta, também, com os serviços da UPAs Cruz das Armas, Valentina e Oceania. Os equipamentos trabalham com atendimentos realizados por meio de protocolo de classificação de risco. O acolhimento dos pacientes é dividido em cinco cores que identificam o tipo de atendimento, conforme o protocolo adotado pelo Ministério da Saúde (MS).

No protocolo de classificação de risco, o paciente é classificado na cor vermelha como atendimento emergente devendo ser atendido imediatamente; na cor amarela para atendimento urgente devendo ser atendido em até 60 minutos; cor verde como atendimento pouco urgente e podendo esperar até 120 minutos e na cor azul como não urgente e atendimento em até 240 minutos. Os usuários classificados como azul, por não se tratar de urgência e emergência, são encaminhados para as unidades de saúde da família (USF).
Casos atendidos – De modo geral, além dos atendimentos em ortopedia, a UPA atende casos como: febre (maior que 37,5°); constipação ( a partir de cinco dias); agressões sexuais; pico hipertenso; hipotensão; dores abdominais; desconforto respiratório; dor lombar; sangramentos de qualquer natureza; disúria (dificuldade ou desconforto ao urinar); desidratações; intoxicações de qualquer natureza; desmaios; vômitos; diarreia; palpitações cardíacas; alergias cutâneas disseminadas agudas; convulsões recentes; dor torácica, entre outros casos urgentes.

Estrutura – A UPA Bancários é composta de 14 leitos, sendo três de sala vermelha (casos graves), seis de sala amarela (casos intermediários), três de pediatria e dois de isolamento, além de laboratório de análises clínicas, farmácia, salas de raio-X, central de material e esterilização, almoxarifado e base descentralizada do Samu.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.