Foto ao lado de João Azevêdo pode ter sido motivo de desligamentos de quatro gerentes do Clementino Fraga; entenda

Desde a saída da ex-diretora geral do Complexo Hospitalar de Doenças infecto-contagiosas Dr Clementino Fraga, Adriana Teixeira, a unidade hospitalar vive um clima de instabilidade na gestão, com o desligamento de muitos servidores por parte da atual direção. Atualmente o Clementino Fraga é gerenciado por Thaís Matos; e essa, é apontada por diversos funcionários como a responsável direta por essa instabilidade.

 

Na última semana o Palácio da Redenção e a Assembleia Legislativa da Paraíba, amanheceram com faixas penduradas em suas fachadas, com pedidos de ajuda ao governador João Azevêdo (PSB) e aos deputados, por parte dos funcionários do Clementino Fraga, afirmando estarem sofrendo perseguição e assédio. Um grupo de deputados relatou o problema da tribuna do parlamento e pediram explicações ao Secretário de Saúde, Geraldo Medeiros.

 

Na última semana, Thaís voltou a desligar funcionários. Desta vez foi o Gerente de Ações Estratégicas, Francisco Morais – o Gerente de Manutenção, Chico Matemático; Antônio Lali, Gerente de Higienização e, a Gerente de Serviço Móvel, Maqueiros e Pronto Atendimento Tarciana Suassuna. Nos corredores do Clementino Fraga, corre a informação que esses desligamentos foram após os quatro funcionários citados acima, terem participado de um evento do governo da Secretaria de Esportes, e na oportunidade, posarem para uma foto ao lado do governador João Azevêdo. Após essa foto, todos que nela estavam foram desligados do quadro de funcionários, sendo proibidos, inclusive, de adentrarem ao interior de suas respectivas salas para retirarem seus pertences pessoais.

 

Funcionários desligados do Clementino Fraga ao lado do governador João Azevêdo

 

Francisco Morais e Chico Matemático estavam trabalhando no Clementino Fraga desde 2011, no primeiro governo do PSB, com Ricardo Coutinho.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.