Paraíba é destaque em estudo do Ipea como modelo na redução de homicídios

A redução do número de homicídios e da violência na Paraíba mereceu destaque no estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que analisou 310 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes em 2017 e fez um recorte regionalizado da violência no país.  Os dados constatam que a Paraíba é o único estado do país que conseguiu reduzir por sete anos consecutivos o número de homicídios, redução que ocorreu também no primeiro semestre deste ano.

O Atlas da Violência – Retrato dos Municípios Brasileiros 2019, elaborado em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostra que houve um crescimento das mortes nas regiões Norte e Nordeste, porém na Paraíba há um decréscimo no número de homicídios desde 2012 em decorrência das ações implementadas pelo programa Paraíba Unida pela Paz. Outro destaque é que João Pessoa é a capital do Nordeste com menor taxa de homicídios e de 2012 a 2017 obteve a segunda maior redução do país neste indicador, que foi de 41%.

Segundo o Ipea, a Paraíba apresentou uma variação de -12,1% no número de homicídios entre 2012 e 2017, saindo de 1.525 homicídios em 2012, para 1.341 registrados em 2017. A Paraíba também se destacou em termos de variação de homicídios femininos em 2017 entre os Estados que obtiveram reduções superiores a 10%. Das seis Unidades da Federação, a Paraíba com 18,3%, Tocantins com 16,6% e Mato Grosso com 12,6%.

Em relação ao número de homicídios por arma de fogo, o Atlas mostra que em 2012 a Paraíba registrou 1.224 casos, enquanto que em 2017, foram 1.054, uma variação de -13,9%. Já o crescimento decenal (2017-2017) da letalidade de negros foi menor vis-à-vis a de não negros em alguns estados como: Tocantins (+98,0% contra +199,0%); Pernambuco (-0,9% contra +142,4%) e Paraíba (43,7% contra +138,5%).

O Atlas da Violência do Ipea ressaltou ainda que existem bons exemplos no Brasil onde a ação pública vem surtindo efeito, citando a Paraíba e São Paulo, além de Pernambuco, Espírito Santo e Minas Gerais.

Dados de 2019 – De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria da Segurança e Defesa Social, de janeiro a julho de 2019 a Paraíba acumula 168 casos de assassinatos a menos em comparação com o mesmo período do ano passado. A redução acumulada nos sete meses é de 23,6%. O mês de julho deste ano teve 67 assassinatos, 34% a menos que julho de 2018.

Julho foi também o mês com o menor número absoluto de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) registrado em toda a década. Os registros mais antigos que o Nace possui são de 2009 e, em nenhum deles, existe um número tão baixo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.