Governo termina atualização cadastral e 5,5 mil servidores podem não receber salários

O prazo para os servidores estaduais ativos e inativos efetivos, comissionados, prestadores de serviço, aposentados e pensionistas realizarem a atualização cadastral terminou nesta quarta-feira (31). Dos 105.474 mil servidores do Estado, 5.521 não fizeram o procedimento. Para ajudar aqueles que estavam tendo alguma dificuldade para atualizar seu cadastro, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração, realizou um mutirão presencial na terça e quarta-feira no Espaço Cultural.

O pagamento do salário do mês de agosto dos servidores que não atualizaram os dados até o prazo ficará retido. Para desbloquear os vencimentos, os servidores deverão se dirigir até o Palácio dos Despachos (conhecido como Bolo de Noiva), no Centro Administrativo Estadual, no bairro de Jaguaribe, na Capital, a partir da próxima terça-feira (6). Para mais informações sobre como será o desbloqueio, o servidor poderá ligar para o 0800 083 9800. A ligação é gratuita e os atendentes estarão disponíveis de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h30, inclusive em horário de almoço.

A atualização cadastral é uma ação obrigatória e faz parte de uma adequação ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas do Governo Federal. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração, estava realizando a atualização desde o dia 1º de junho pela internet, por meio do portal do Governo do Estado. Durante os últimos dois dias, foi montada uma estrutura no Espaço Cultural José Lins do Rego, na Capital, para uma ação presencial.

Os aposentados e pensionistas não devem confundir a atualização cadastral com a prova de vida que está sendo realizada pelo Banco Bradesco. São duas ações diferentes. Quem já fez a prova de vida na instituição bancária, deve fazer também a atualização cadastral e vice-versa.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.