Após denúncia ao CRM e ao MP, médicos do Hospital da FAP em Campina terão pagamentos reajustados

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) realizou uma audiência de conciliação na tarde desta quinta-feira (04), na sede da sua 1ª delegacia, entre médicos cirurgiões Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em Campina Grande, e a Secretaria Municipal de Saúde para tratar das incongruências no pagamento de procedimentos médicos. Os cirurgiões denunciaram ao CRM-PB e ao Ministério Público que os pagamentos estavam sendo feito em valores menores do que eram autorizados e, com isso, suspenderam a realização de cirurgias eletivas no hospital que é referência no tratamento de pacientes com câncer no interior do estado.

                Na audiência, a Secretária municipal de Saúde, Luzia Pinto, se comprometeu em consultar a Procuradoria Jurídica do município para alterar o fluxo da audioria dos pagamentos, seguindo o que é preconizado pelo Ministério da Saúde. A Secretária de Saúde também afirmou que realizará o pagamento dos possíveis valores devidos aos médicos, caso haja a conclusão de que há dívidas com eles.

                Os cirurgiões do hospital informaram que voltarão a realizar as cirurgias eletivas no hospital da FAP assim que a Secretaria de Saúde resolva a questão do fluxo da auditoria que, segundo eles, acontece de maneira irregular desde 2017. “O CRM-PB está preocupado com o atendimento médico aos pacientes da FAP e com as denúncias feitas pelos médicos. Não queremos nem que os pacientes, nem os médicos sejam penalizados. Acreditamos que após esta audiência, o problema será resolvido o mais rápido possível”, disse o vice-presidente do CRM-PB, Antônio Henriques.

                Além da secretária de saúde Luzia Pinto e do vice-presidente do CRM-PB Antônio Henriques, participaram da reunião o diretor de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Eurivaldo Araújo, e representantes do Ministério Público estadual e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.