Prejuízos pela não realização do São João em Patos, deixa trabalhadores em situação difícil

A choradeira é geral em alguns segmentos de Patos com relação a não realização do São João de Patos 2019. Os taxistas, por exemplo, estão reclamando bastante, inclusive fazendo as contas e elencando números.

O Presidente do Sindicato dos Taxistas, Marcos Santos lamentou o fato. Para ele, houve, no mínimo, uma queda de 60% no faturamento, se comparado ao mesmo período do ano passado.

O taxista Mardônio, do Bairro do Jatobá, foi mais longe, e citou o tamanho do prejuízo para a categoria. “Somos em torno de 500 (quinhentos) profissionais na cidade. Cada um faturava em torno de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), aí vocês calculam o tamanho do prejuízo”, disse ele. Patosonline

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.