Parceria vai viabilizar 1ª graduação em Ciências Aeronáuticas de João Pessoa

Os estudantes de João Pessoa poderão alçar voos mais altos em sua carreira profissional. Uma parceria da Faculdade Internacional Cidade Viva (FICV) e do Aeroclube da Paraíba (ACPB), por meio do termo de cooperação técnica, foi firmada entre os diretores das duas entidades para criar a primeira graduação de João Pessoaem Ciências Aeronáuticas.

 

O novo curso tem como objetivo a formação de profissionais na Paraíba e atender às demandas do Nordeste por profissionais qualificados no setor da Aviação Civil. Esse mercado de trabalho deverá ficar mais intenso com a recente privatização dos aeroportos do Nordeste e, em especial, dos aeroportos Internacional Presidente Castro Pinto (Grande João Pessoa) e Presidente João Suassuna (Campina Grande) para um grupo espanhol.

 

Além do novo curso, a parceria vai promover um intercâmbio de informações, de troca de experiências, de conhecimentos técnicos e acadêmicos com a mobilidade de professores para estimular atividades científicas e de gestão na área de Aviação Civil. O termo de cooperação técnica foi assinado pelo diretor FICV, Thiago Dutra, e pelo presidente do Aeroclube da Paraíba, Rogério Lubambo. Durante a assinatura, estiveram ainda presentes o diretor Financeiro da FICV, James Grisi, o diretor Administrativo do Aeroclube, Joacy Araújo, e a diretora Social do Aeroclube, Viviana Targas.

 

Desenvolvimento científico do Estado – Segundo o diretor da FICV, Thiago Dutra, a parceria com o ACPB é mais uma contribuição da Fundação Cidade Viva na área educacional no Estado da Paraíba e da Capital. “Com a assinatura do termo técnico, a Faculdade Internacional Cidade Viva vai contribuir para o desenvolvimento científico, profissional e social de João Pessoa e do nosso Estado da Paraíba na área da Aviação Civil”, destacou.

 

“Apesar do avanço da Aviação Civil no curso de sua história, ainda existe uma grande necessidade de incentivos para a sua ampliação, tendo em vista o Brasil ser um país com dimensões continentais. Nesse sentido, torna-se necessário um conjunto de ações que passam pela formação de profissionais qualificados que visam efetivamente à inserção da Paraíba no contexto nacional como um estado produtor de profissionais e de tecnologias na esfera operacional e gerencial da Aviação Civil”, avaliou o diretor Administrativo do ACPB, Joacy Araújo, que também é militar da reserva da Força Aérea Brasileira.

 

Parceria visa crescimento do Estado –O Aeroclube da Paraíba, fundado em 1940, nos seus quase oitenta anos de existência, cuida na formação de pilotos para a aviação civil. “Muito de nossos alunos, hoje comandantes, foram formados como pilotos em nosso Aeroclube. Grande parte deles faz integra os quadros da aviação comercial e executiva no Brasil e do Mundo. Com essa parceria, o crescimento será da sociedade, do País, do Estado e da nossa Capital. Com o novo curso, a Paraíba será vista com outros olhos no contexto da Aviação Civil brasileira. Vamos torcer para que os nossos pilotos alcem voos impetuosos e que represente a nossa Paraíba por onde voar”, declarou presidente do Aeroclube da Paraíba, Rogério Lubambo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.