“Romero tem fixação em acabar com as obras importantes deixadas por Veneziano em Campina”, diz Ana Cláudia

Em entrevista na manhã desta terça-feira (11) em Campina Grande, a secretária de Estado de Desenvolvimento e Articulação Política, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), comentou sobre a possibilidade de ter seu nome disponível para o processo eleitoral em Campina Grande em 2020, bem como das ações à frente da sua pasta, junto aos 223 munícipios paraibanos. Ana também comentou sobre a atual administração municipal em Campina, que ela classifica como “desastrosa”.

Ana Cláudia disse que integra um grupo político e, como membro deste agrupamento, já colocou seu nome à disposição para a disputa pelo Palácio do Bispo, nas eleições de 2020. “Nós temos excelentes nomes que representam a oposição a esta atual gestão e estamos nos reunindo e conversando com todos os partidos. Tanto eu, Inácio Falcão, Anderson Maia, Olimpio Oliveira e outros companheiros. O que não podemos é continuar com o que está acontecendo em Campina Grande”, disse Ana.

Ana lembrou que o atual prefeito de Campina empregou quase nove mil servidores sem concurso, mantem PSF´s sem médicos e medicamentos, acabou com o Terminal de Integração, anunciou em 2017 um Hospital da Criança e do Adolescente, com supostos recursos da privatização do São João, que nunca saiu do papel, abandonou a Vila Olímpica Plinio Lemos e muito mais ações prejudiciais à população.

“Parece que o atual prefeito tem uma fixação em acabar com as obras importantes deixadas por Veneziano. Em Campina Grande não ocorre concursos públicos, diferente, por exemplo, do que faz o governador, que em poucos meses de mandato já anunciou concursos com vagas para professores, agentes socioeducativos, brevemente anunciará para a Procuradoria e Aesa. Essa gestão de Campina Grande tem um verdadeiro atestado de incompetência”, afirmou Ana Cláudia.

 Ana disse que a pasta que comanda no Governo do Estado tem a função de estimular e fomentar o desenvolvimento dos 223 municípios paraibanos. O objetivo, segundo ela, é melhorar os índices em desenvolvimento humano, saúde e educação que pautarão os editais que estão sendo lançados pela Secretaria. Para ela, uma parceria com a Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup) facilitará essa aproximação com as necessidades das gestões.

“Nós temos contato direto com os 223 municípios. Temos um diagnóstico feito em todo o Estado e essa interação vem sendo fortalecida junto com a Famup”, disse Ana, destacando que nesta quarta-feira (12), a partir das 18h, estará no Museu de Arte Assis Chateaubriand, ao lado da coordenadora do Programa de Artesanato Paraibano (PAP), Marielza Rodriguez; e da primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins, fazendo a abertura do 30º Salão de Artesanato Paraibano, junto com o governador João Azevêdo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.