Padre Carlos Antônio recebe Título de Cidadão Pessoense

O padre Carlos Antônio de Sousa Maurício, natural da cidade de Soledade, recebeu, nesta terça-feira (28), o Título de Cidadão Pessoense pelo trabalho de evangelização e promoção de ações sociais que beneficiam famílias e comunidades carentes, na Capital paraibana. A sessão solene, realizada no Plenário da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), contou com a presença de familiares, amigos e representantes da Arquidiocese da Paraíba.

A sessão solene foi requerida pela Mesa Diretora da Casa, enquanto a honraria foi proposta pelo vereador Carlão (DC). Na tribuna, o autor da homenagem fez um breve histórico da vida de padre Carlos e das suas atividades. “Ele tem uma identidade direta com sua vocação. Por onde passou, deixou sua semente de misericórdia, da mesma forma que Jesus Cristo fez”, declarou o parlamentar, acrescentando que o religioso tem inúmeras qualidades. “Obrigado, padre, por tudo o que o senhor fez e faz pela nossa Igreja”, finalizou.

Durante seu pronunciamento, padre Carlos falou da importância da honraria. “Dedico esse Título à Igreja Católica. Não é só meu [o Título], o arcebispo da Paraíba, Dom Delson, e o vigário geral da Arquidiocese, padre Luiz Júnior, também vão carregar esse troféu comigo”, comentou o religioso.

Padre Carlos Antônio é o pároco da Igreja Sagrado Coração de Jesus, na cidade portuária de Cabedelo, e tem uma vida repleta de atividades e missões. Nas terças e quintas-feiras, celebra missa no plenário da CMJP, a partir das 8h. A celebração já ocorre há 10 anos.

Além disso, padre Carlos desenvolve alguns trabalhos sociais importantes. Pela Igreja Nossa Senhora Auxiliadora, no bairro do Bessa, onde já foi pároco também, promove o banho de moradores de rua em vários pontos da cidade, com o apoio de um carro com reboque e dois banheiros. Pela Igreja Sagrado Coração de Jesus, no bairro de Mandacarú, distribui cestas básicas em várias comunidades e um sopão, nos sábados à tarde, na comunidade Manguinhos, área periférica de Cabedelo. As doações são feitas pelos próprios fiéis das igrejas.

“Estou muito feliz por ter meu trabalho reconhecido”, ressaltou o pároco, que é o primeiro de dez filhos do casal de agricultores Manuel Maurício Correia e Maria do Carmo de Sousa Maurício. Padre Carlos estudou Filosofia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Teologia no Seminário Arquidiocesano da Paraíba, em João Pessoa.

Os vereadores Damásio Franca (PP), Raíssa Lacerda (PSD), Milanez Neto (PTB) e Marcos Henriques (PT) também prestigiaram a sessão. Damásio e Raíssa se revezaram na tribuna para homenagear Padre Carlos. “Devemos homenagear em vida quem realmente merece. É o caso de Padre Carlos”, disse o progressista. “Essa homenagem ao senhor é mais do que justa. Que o Espírito Santo sempre lhe ilumine, que Nossa Senhora lhe cubra com seu manto sagrado. Agradeço a Deus por esse momento, de poder homenagear um homem tão puro e de uma alma tão simples”, declarou Raíssa Lacerda.

O Coral Antônio Leite de Figueiredo, da CMJP, regido pela maestrina Socorro Estrela e que conta com o preparador vocal Paulo Brasil, cantou a música “Asas do Senhor”, consagrada na voz do padre Fábio de Melo.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.