Fiscalização constata até falta de sabão para os médicos lavarem as mãos nos hospitais de CG

A OAB-CG realiza na próxima sexta-feira (31) uma audiência pública para discutir a situação dos médicos que prestam serviço para o município de Campina Grande. Atrasos salariais, ausência de contratos e até falta de insumos básicos, como sabão para os profissionais lavarem as mãos, estão em questão, segundo a presidente da Comissão de Direito à Saúde da OAB-CG, Rebeca Coury. Acompanhe um trecho da entrevista concedida por ela ao Jornal Integração da Campina FM nesta terça (28).

“Fomos procurados via comissão OAB-CG, por médicos contratados pelo município de Campina Grande, que nos fizeram diversos relatos e algumas grandes preocupações da categoria, com relação à falta de condições para o seus trabalhos. São atrasos salarias, ausências de contratos. Porém o que nos chamou a  atenção é que os relatos não se contaram a apenas atrasos de salários, eles nos trouxeram relatos de ausência de equipamentos e medicamentos para a realização dos seus trabalhos, além de grandes dificuldades para a marcação de exames . até falta de material básico como sabão para lavar as mãos”, disse a presidente da Comissão de Direito à Saúde da OAB-CG.

Escute a entrevista completa no link:

https://youtu.be/tQe54XV8UKc

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.