João Azevêdo visita áreas destinadas à construção de resorts em João Pessoa

O governador João Azevêdo realizou, nesta quinta-feira (23), uma visita técnica às áreas, nas imediações do Centro de Convenções de João Pessoa, que serão disponibilizadas, por meio de edital de chamamento público, para a construção de resorts. No último dia 6, o gestor assinou as escrituras de oito lotes que já poderão constar no edital do projeto Polo Cabo Branco, que será lançado nos próximos dias.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual explicou que todos os órgãos do Governo da Paraíba envolvidos com o projeto estiveram presentes ao local para acompanhar todos os serviços que devem ser mantidos e iniciados para a garantia da construção dos resorts.

“O DER vai fazer uma recuperação do sistema viário, com a implantação de microasfalto, recuperação da parte de drenagem, sinalização e iluminação das vias; a Cagepa fará a parte de manutenção da rede existente e revisão das estações elevatórias de esgoto. Já a Cinep irá coordenar o projeto da instalação dos resorts. Nós também convidamos a Energisa, que é parte interessada no processo, para que comece a analisar e verificar como poderemos, o mais rápido possível, oferecer a área pronta para que os empresários do setor do turismo possam, a partir da licitação, iniciar rapidamente a construção dos empreendimentos”, comentou.

O secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, afirmou que os resorts irão promover uma grande transformação no turismo de João Pessoa. “O Governo do Estado tem feito uma série de investimentos na área, a exemplo do Centro de Convenções, que já mudou a realidade do turismo de eventos na nossa Capital, e com a atração dos resorts, vamos mudar o panorama turístico da nossa cidade e elevar a capacidade do número de leitos”, frisou.

O presidente da Cinep, Rômulo Polari Filho, disse que o órgão ficará responsável pelo acompanhamento da instalação e manutenção de todos os empreendimentos que farão parte do Distrito Industrial do Turismo. “Nós vamos controlar prazos, obrigações assumidas, destacando que o edital dará uma atenção à questão das energias renováveis, prevendo a substituição de energia elétrica por energia solar; o empreendimento terá esse viés sustentável porque estará contornado pelo maior parque ambiental da Paraíba. A nossa previsão é de que tenhamos, em 20 meses, obras privadas e essa área vai estar completamente mudada para que João Pessoa possa entrar no roteiro turístico de resorts no Brasil”, falou.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.