Canal Acauã-Araçagi: Hervázio expõe vídeo mostrando obra em pleno andamento

O deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB), líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), afirmou que o candidato a governador Lucélio Cartaxo (PV) agiu de “má fé” para desqualificar a gestão de Ricardo Coutinho. No primeiro debate com os candidatos ao Governo do Estado, na TV Arapuan, o irmão do prefeito da Capital garantiu que as obras do canal Acauã-Araçagi estavam paralisadas.

“O candidato está agindo de má fé ou é desinformado mesmo pelo fato de não conhecer a Paraíba. Tive o cuidado de enviar um assessor do nosso mandato ao local e ele comprovou que as obras estão em pleno funcionamento. Inclusive, ele gravou um vídeo que estou disponibilizando hoje à imprensa, mostrando que está tudo dentro na normalidade”, disse.

Hervázio disse, ainda, que manteve, pessoalmente, contato com representantes da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, e recebeu deles a garantia de que o primeiro lote da obra do canal Acauã-Araçagi será entregue ainda em dezembro deste ano.

“São mais de 800 funcionários e 250 máquinas no canteiro de obras. Os serviços estão em ritmo acelerado e o primeiro lote do canal será entregue ainda em dezembro. As obras do segundo lote também estão em andamento, com 40% concluídas. Como diz o adágio popular, mentira tem pernas curtas. O candidato verde precisa se informar melhor, já que teremos um novo debate nesta quinta-feira (16), sob pena de ficar mais uma vez desmoralizado perante o povo da Paraíba”, afirmou o parlamentar.

 

Sobre a obra

 

O Sistema Adutor das Vertentes Litorâneas da Paraíba – (Canal Acauã-Araçagi) terá 130,44 km de extensão e, quando totalmente concluído, levará água de Araçagi até o rio Camaratuba, cortando vários municípios, o que possibilitará cerca de 16 mil hectares de irrigação, contribuindo para o crescimento e o desenvolvimento da região.

De acordo com o governo, trata-se a maior obra hídrica da Paraíba, que beneficiará 600 mil habitantes de 38 municípios. O sistema está projetado para operar totalmente por gravidade e transportar vazões que variam de 10 metros cúbicos de água por segundo em seu trecho inicial a 2,5 m³/s no trecho final.

A obra é constituída por 15 segmentos de canais com seção trapezoidal, cinco trechos em sifões invertidos, construídos em tubulações de aço (1900/1850/1700mm), galerias sob ferrovia e rodovia BR-230, além de sete aquedutos.

 

Confira gravação e fotos feitas no local:

você pode gostar também Mais do autor