Santa Rita fortalece campanha contra as hepatites virais

Como parte das ações que marcam a Semana de Luta contra as Hepatites Virais, a Secretaria de Saúde de Santa Rita promoveu um seminário com agentes comunitários de saúde sobre o papel desses profissionais no trabalho de combate à doença junto à comunidade.

A médica infectologista Juliana Barbosa, do Complexo Hospitalar Clementino Fraga, foi a palestrante principal e destacou as questões de prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites (A, B, C, D e E) para os mais de 130 agentes participantes do evento, considerados multiplicadores de informação e elo entre a Secretaria de Saúde e os usuários.

“Precisamos trabalhar na prevenção, porque não queremos que o paciente seja infectado. Mas, uma vez identificada a doença, é necessário que aconteça o diagnóstico preciso e precoce, já que a hepatite não escolhe raça, sexo ou idade. E tratar adequadamente evitará que o paciente sofra complicações. Por isso, prevenção, diagnóstico e tratamento são fundamentais no processo de combate a todos os tipos de hepatite, que é silenciosa”, explicou a médica.

A realização de testes, como os que vêm sido intensificados em Santa Rita, realizados em todas as suas 39 equipes de Saúde da Família, é um fator que faz do município um destaque neste combate. “O engajamento da Secretaria de Saúde e seus profissionais nesta cidade é um diferencial que não encontramos em todos os municípios”, completou a infectologista, que ao final da sua palestra esclareceu dúvidas dos agentes sobre situações práticas vivenciadas diante dos usuários.

Por conta do Julho Amarelo, a Secretaria de Saúde está distribuindo material educativo nas unidades de saúde e pontos estratégicos, além de estar também realizando vacinação contra a hepatite B e testagem de hepatite B e C. A recomendação é que, mesmo sem apresentar sintomas, os usuários procurem um dos postos do município e façam o teste.

você pode gostar também Mais do autor