O trânsito nosso de cada dia – Por Demétrius Faustino

João Pessoa é uma cidade que tem privilégios, pois possui um belo pôr do sol, tem luar e tem rosas. Só não tem uma mobilidade urbana adequada e compatível com as modernas exigências da sociedade. Ou seja, como diria a poetisa portuguesa são ermos os seus caminhos. E a pergunta é: Para onde vai o dinheiro das multas de trânsito?

Em nenhum outro tempo da história da cidade o trânsito esteve tão ruim. São incomparáveis congestionamentos, e não é somente no horário de pico. De dia, de tarde e de noite, tanto faz a hora, as ruas da nossa bela capital não andam mais. As ruas mais parecem armadilhas pela qual entramos em um funil sem ter como encontrar a saída. Sem esquecer que é impossível avaliar o estado de espírito do motorista.

É verdade que ocorreu uma considerável entrada de milhares de carros na cidade, e que tiveram seu impacto. Porém, não dá para colocar a culpa toda neles, pois falta uma dose de boa vontade para investir na solução para o problema da mobilidade urbana. E chega de falsas verdades, já que nada se tem feito em favor dessa questão que, no mundo atual, é essencial para as atividades urbanas e como tal pode influenciar benéfica ou prejudicialmente os indivíduos como tem sido em nossa Capital.

E o que é pior: você chega em casa depois de horas preso no trânsito, e se depara ao ver a TV, com publicidades de vendas de carros com descontos promocionais, e conclui eu pelo jeito, o caminho de ida e de volta vai ficar mais longo ainda, por falta de mobilidade urbana.

É preciso investir no transporte coletivo, coisa que a administração da nossa cidade não consegue fazer, porquanto engessada. E tem mais, um transporte coletivo decente, sem ter que misturar suor com perfume.

As pessoas estão cansadas com a omissão da administração em torno deste nosso problema que é a mobilidade urbana, e me desculpe o grande José Américo de Almeida, mas atualmente na cidade das acácias “na volta a gente se perde, e na ida também“.

Enfim, nos tempos atuais dessa cidade verde, você acorda toda manhã e enfrenta um trânsito caótico, passa uma hora para chegar ao serviço e já sabe que, durante todo o dia vai passar por tudo isso novamente.

Não deixem que a nossa cidade cosmopolita, fácil de amar, perca seu glamour para a mobilidade urbana. Sejamos mais competentes, menos omissos, e chega de lentidão.

você pode gostar também Mais do autor