Operários do Villa Sanhauá recebem agradecimento do prefeito Luciano Cartaxo

Foram aproximadamente 100 profissionais, entre engenheiros, técnicos, mestres de obras, e pedreiros, que deram início, em julho do ano passado, ao projeto inovador de revitalização de oito casarões da Rua João Suassuna, onde a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) está instalando o Villa Sanhauá, um arrojado empreendimento que une moradias, comércio e serviço. Na manhã desta segunda-feira (4), o prefeito Luciano Cartaxo participou de um café da manhã de confraternização e de reconhecimento a estes profissionais e operários, que chegam aos últimos detalhes da obra que será entregue nos próximos dias, dando continuidade ao grande projeto de recuperação do Centro Histórico da terceira Capital mais antiga do País, que vem sendo desenvolvido desde 2013, e já inclui, dentre outras obras, o Parque da Lagoa, Praça da Independência, Pavilhão do Chá e Hotel Globo.
 
Sendo uma das oito cidades do Brasil que integram uma seleta lista mundial de Cidades Criativas desde o ano passado, reconhecida pela arte popular e artesanato, o projeto da Villa Sanhauá prioriza a cultura popular, oferecendo não só as 17 unidades habitacionais, mas também os seis estabelecimentos comerciais, para pessoas que atuam nesta área, fomentando a produção cultural paralelo ao fortalecimento da história da cidade, ao turismo e desenvolvimento sustentável. Os cessionários e permisssionários já foram selecionados através de rigoroso edital lançado pela Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab) e já assinaram os termos para uso e ocupação dos espaços. A obra está orçada em R$ 4,2 milhões, executada integralmente com recursos próprios.
 
“Estamos aqui nesta manhã em reconhecimento e para fazer um agradecimento especial aos trabalhadores que estiveram à frente deste trabalho de revitalização dos casarões do Centro Histórico e se dedicaram ao projeto da Villa Sanhauá. O Centro Histórico tem regras próprias e uma legislação específica que tivemos todo o cuidado de seguir, com autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural Nacional e Estadual e estes profissionais fizeram um grande trabalho como já pode ser visto por quem passa pela Rua João Suassuna, chegando agora nos últimos detalhes da obra, que preserva toda a estrutura deste nosso patrimônio e que já é um referencial para todo o Brasil”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Operários do Villa Sanhauá recebem agradecimento do prefeito Luciano Cartaxo
 
Além de ter o projeto analisado e autorizado pelo Iphan e Iphaep, Cagepa e Energisa, a obra respeita todas as normatizações técnicas. A equipe da PMJP teve o cuidado de garantir, entre outras coisas, a ventilação e iluminação natural das edificações e uma das etapas do projeto consistiu no processo arqueológico, no qual foram recolhidos, através de escavações feitas nos casarões, diversos objetos históricos, principalmente em porcelana e cerâmica. No momento, os trabalhadores se concentram nos últimos detalhes das calçadas dos oito casarões, uma vez que toda a obra física nos prédios já foi concluída.
 
Luciano Cartaxo destacou todo o trabalho que vem sendo realizado deste 2013 na recuperação do Centro Histórico, integrando-o à vida moderna da Capital, através da ligação com a Orla da cidade e outras obras em andamento nesta região da cidade, como o Parque da Bica e o Conventinho, onde irá funcionar a Biblioteca Municipal de João Pessoa e um Centro de Cultura e Artes. “Isso é parte de um grande projeto pensado por nossa gestão para o patrimônio de João Pessoa, fazendo a revitalização através de uma ligação efetiva entre o Centro e a nossa Orla,  que tem as calçadas padronizadas, seguindo pela nova avenida Beira Rio, com calçadas, jardinagem, ciclovia, passando pela Avenida Getúlio Vargas, chegando ao Parque da Lagoa, e outras intervenções, como estamos fazendo no Parque da Bica e Conventinho, que até o final do ano deve ser concluído”, declarou.

você pode gostar também Mais do autor