No oitavo dia da greve dos caminhoneiros, os dois aeroportos da PB estão sem combustível

Os aeroportos de João Pessoa e Campina Grande continuam desabastecidos nesta segunda-feira (28). A informação foi confirmada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que administra os equipamentos.

Segundo a Infraero, outros seis aeroportos também enfrentam problemas com o desabastecimento provocado pela paralisação dos caminhoneiros. A Infraero informou que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais. A recomendação é de que os passageiros procurem as companhias para consultar a situação de seus voos.

Os aeroportos que estão com falta de combustível são os de São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Teresina (PI).

Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

A Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem o planejamento de voos para definir a melhor estratégia de abastecimento, de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino.

De acordo com a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

você pode gostar também Mais do autor