PMJP está atenta para coibir abusos e atender a população durante período de escassez de combustível

A Prefeitura Municipal de João Pessoa está atenta para coibir abusos e atender a população durante o período de escassez de combustível, mantendo os serviços essenciais e o expediente em pleno funcionamento.

Desde a quarta-feira (23), a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) permaneceu atenta e prestando assistência à população diante das manifestações ocorridas, em pelo menos oito pontos distintos de João Pessoa. O objetivo foi reduzir os transtornos aos pedestres, usuários de ônibus, ciclistas, motociclistas e motoristas, organizando esquema de trânsito e transporte que promovesse maior fluidez nos trechos afetados pelos protestos.

De acordo com a Diretoria de Operações da Semob-JP, todo o quadro de agentes de mobilidade e da equipe de sinalização viária está atuando nas ações, além disso, as 68 câmeras de monitoramento e fiscalização do Centro Operacional de Trânsito e Transporte (Cott) estão sendo utilizadas para acompanhar as ocorrências e alimentar boletins em tempo real que são gerados para informar a população sobre os bloqueios, desvios e melhores rotas a serem seguidas.

Durante todo o dia, no Terminal de Integração do Varadouro (TIV), o posto da Semob-JP passou orientações sobre linhas de ônibus, possíveis alterações de rotas e atrasos dos transportes coletivos. Na rede social Twitter, publicações no perfil @semobjp estão emitindo informações aos internautas, bem como, mantendo radialistas e jornalistas informados através do grupo Boletim Semob-JP no WhatsApp. Já na Central de Reclamação e Informação (Cerin), os atendentes receberam ligações da população e passaram as orientações diante das manifestações.

Também nesta quarta-feira, a equipe de fiscalização do Procon-JP está percorrendo todos os postos de combustíveis da Capital para averiguar se está sendo praticado aumento acima do índice dos reajustes aplicados pela Petrobras e se há produtos sendo estocados nos postos. O secretário do Procon-JP, Helton René, diz que os postos que apresentarem alguma irregularidade serão autuados e as multas podem chegar a R$ 30 mil, além da suspensão das atividades comerciais.

Serviços e expediente – Serviços essenciais da PMJP estão mantidos sem alterações, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Defesa Civil, Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), Autarquia Especial de Limpeza Urbana (Emlur), Guarda Municipal e Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob). E o expediente na Prefeitura Municipal de João Pessoa é normal.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.