Equipes do Consultório na Rua realizam nesta quarta-feira atendimento odontológico no Parque da Lagoa

Profissionais que integram o Consultório na Rua (CnR), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizam constantemente assistência humanizada e levam a Unidade Odontológica Móvel para diversos bairros da Capital. Na manhã desta quarta-feira (25), por exemplo, os profissionais estarão no Parque da Lagoa, a partir das 9h, levando assistência às pessoas em situação de rua.

As visitas são realizadas a partir de um mapeamento das áreas da cidade, que permite saber em qual localidade se encontram as pessoas vivendo em situação de rua. Da assistência em saúde bucal, os atendimentos estão acontecendo semanalmente em parceria com a área técnica de saúde bucal da Secretaria de Saúde e dos Distritos Sanitários.

“A unidade é instalada em locais estratégicos onde há maior concentração de pessoas em situação de rua. As equipes do Consultório na Rua organizam a lista dos usuários que serão atendidos e realizam orientações de saúde e redução de danos”, explicou Luana Alves, coordenadora do Consultório na Rua.

A coordenação do serviço identificou o aumento nas demandas de tratamento odontológico pelos usuários em situação de rua. Dentro das avaliações foram identificadas situações de higiene bucal precária e uso de substâncias psicoativas que acabam comprometendo a saúde bucal. “Muitos usuários já estão sendo acompanhados nas Unidades de Saúde, no Centro de Especialidades Odontológica ou até mesmo pela unidade móvel, que é mais um recurso que amplia o acesso à saúde pública”, esclareceu a coordenadora.

Serviço – O Consultório na Rua presta atenção integral à saúde da população em situação de rua no município de João Pessoa. As equipes são itinerantes e compostas por seis profissionais (enfermeiro, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional e agente social) que realizam atendimento no próprio espaço de rua e desenvolvem ações compartilhadas e integradas a rede de saúde e intersetorial.

Atualmente, o Consultório na Rua tem 761 usuários cadastrados e em média são realizados 300 atendimentos por mês. “Temos casos de pessoas que nunca tinham recebido nenhum tratamento odontológico na vida e quando iniciam o acompanhamento com dentista e recebem prótese dentária, passaram a ter interesse em outros cuidados ofertados pela nossa equipe. É perceptível a contribuição para os processos de resgate da autoestima a partir da reconstrução da autoimagem pessoal”, ressaltou Luana Alves.

você pode gostar também Mais do autor