Ministério Público Eleitoral pede cassação da prefeita e da vice de Mamanguape

O Ministério Público Eleitoral, através da Procuradoria Regional Eleitoral, manteve a decisão da justiça de Mamanguape, que cassou o mandato da prefeita do município, Maria Eunice (PSB), e da vice dela, Baby Helenita Veloso Silva (PRTB), por suposta captação ilícita de sufrágios.

O MPE sustentou a decisão da justiça eleitoral pelo oferecimento de supostos empregos, dinheiro, combustível e cachaça , e por abuso de poder econômico durante as eleições municipais de 2016.

Ainda de acordo com a decisão, resta evidenciado que “a reunião foi minunciosamente articulada”, e que a tentativa de compra de voto dos que disputam o cargo eletivo de vereadores representa “uma estratégia de atingir o maior número de eleitores possíveis, pois ao angariar o voto do candidato a vereador, o corruptor não conta apenas com o voto dele, mas de todos aqueles que o seguem”.

A decisão foi proferida na terça-feira (17) pela juíza Juliana Duarte Maroja, da 7ª Zona Eleitoral, em Mamanguape, Litoral Norte paraibano. Fonte ClickPB.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.