Ministério Público Eleitoral pede cassação da prefeita e da vice de Mamanguape

O Ministério Público Eleitoral, através da Procuradoria Regional Eleitoral, manteve a decisão da justiça de Mamanguape, que cassou o mandato da prefeita do município, Maria Eunice (PSB), e da vice dela, Baby Helenita Veloso Silva (PRTB), por suposta captação ilícita de sufrágios.

O MPE sustentou a decisão da justiça eleitoral pelo oferecimento de supostos empregos, dinheiro, combustível e cachaça , e por abuso de poder econômico durante as eleições municipais de 2016.

Ainda de acordo com a decisão, resta evidenciado que “a reunião foi minunciosamente articulada”, e que a tentativa de compra de voto dos que disputam o cargo eletivo de vereadores representa “uma estratégia de atingir o maior número de eleitores possíveis, pois ao angariar o voto do candidato a vereador, o corruptor não conta apenas com o voto dele, mas de todos aqueles que o seguem”.

A decisão foi proferida na terça-feira (17) pela juíza Juliana Duarte Maroja, da 7ª Zona Eleitoral, em Mamanguape, Litoral Norte paraibano. Fonte ClickPB.

você pode gostar também Mais do autor