Dirigente petista defende união em torno dos nomes de Azevêdo e Veneziano

Destacando que o diálogo e debate é a essência da boa política, o ex- presidente do PT estadual que integra a executiva do partido na Paraíba, Charlington Machado, disse em entrevista a imprensa que como a maioria da sigla defende que as bases que apoiam o governador Ricardo Coutinho (PSB) promovam a união de forças contra o que considera um retrocesso dos candidatos apoiados pela atual oposição. Machado defendeu tanto a pré-candidatura a governador de João Azevêdo, como a do deputado federal e pré-candidato a senador Veneziano Vital do Rêgo, ambos do PSB e elencou que a outra vaga de senador pode ser representada pelo deputado federal Luiz Couto (PT), caso decida pela disputa.

Para Charlington Machado o que deve haver nas bases de sustentação do governo é o constante diálogo. “Se estamos numa aliança, temos que trabalhar para que essa seja, vencedora na sua amplitude. Nossos adversários é quem estão fora da aliança da base do governo”, disse Machado, destacando que o PT nacional vai reunir o diretório neste sábado e se for decidido o apoio definitivo ao candidato João Azevêdo, vai ser preciso se unir a toda a chapa para se construir a unidade. “Assim elegeremos os senadores e o governador, indicando o nome de Luiz Couto para a outra vaga de Senador”, afirmou.

O petista avaliou as recentes trocas de farpas entre alguns petistas e socialistas, como opiniões individuais. “A  nossa tarefa é de fortalecer o campo do projeto de Ricardo Coutinho, portanto não cabe para nós insistir em conflitos internos, pelo contrário vamos unir forças para enfrentar as oposições” finalizou  Charlington.

você pode gostar também Mais do autor