Tucano sugere que Ricardo leve João Azevêdo para visitar presídios e o Lar do Garoto

Diante da escalada de violência e com a superlotação dos presídios na Paraíba, Ruy Carneiro foi enfático ao cobrar do Governo do Estado providências urgentes para proteger e garantir segurança pública às pessoas em todas as regiões. Com a experiência de deputado federal e de gestor público, Ruy considerou extremamente grave o fato de o governador Ricardo Coutinho ter usado recursos e a infraestrutura do Estado para tentar fazer uma visita meramente político-eleitoral ao ex-presidente Lula na prisão, em Curitiba.

“Ao invés de ir fazer política com desculpa de conferir a prisão em Curitiba, Ricardo deveria era ir visitar os presídios superlotados da Paraíba, sempre prontos para uma nova rebelião e fuga em massa”, disparou. “E deveria levar o candidato dele a governador pra ver os presídios e também o abandono do Lar do Garoto, onde ficam os menores infratores”, acrescentou Ruy, referindo-se a João Azevedo

A Paraíba tem uma das piores situações prisionais do Brasil. Cadeias superlotadas e falta de policiais para mantê-las com segurança. As penitenciárias paraibanas estão hoje duas vezes mais lotadas que a média nacional, segundo dados do Monitor da Violência, projeto mantido numa parceria entre o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP), o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o G1, site da TV Globo.

São mais de 12,2 mil presos na Paraíba em unidades que têm capacidade para apenas 5.407. A diferença é de 126,6%. Também faltam agentes penitenciários. Eles são apenas 1,79 mil para guardar de toda essa população carcerária. A média é de quase 7 presos por agente. “O governo Ricardo chega ao fim com resultados muito aquém dos esperados. E esta eleição será uma boa oportunidade para esclarecer isso”, cobrou Ruy.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.