Prefeito paraibano é cassado por abuso de poder nas eleições de 2016

O juiz da 30ª Zona Eleitoral, Carlos Gustavo Guimarães Albergaria Barreto, cassou os mandatos do prefeito e vice do município de Teixeira, Edmilson Alves dos Reis (MDB) e José Amarildo Meira de Vasconcelos (PSB), respectivamente, por abuso de poder político praticado nas eleições de 2016.

Os dois são alvos de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), apresentada pela coligação adversária ‘O povo Pode Mais’ durante as últimas eleições no município.

Na ação, o magistrado julgou procedente o caso, determinando a perda dos diplomas do prefeito e vice, incluindo a aplicação de inelegibilidade por oito anos e a realização de novas eleições para os cargos majoritários no município. A decisão do Juiz Eleitoral em primeiro grau foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) nesta quarta-feira (31), no entanto, ainda cabe recurso.

Edmilson Alves dos Reis, também conhecido como Nego de Guri, foi reeleito prefeito de Teixeira nas eleições de 2016 com 4.630 votos, o que corresponde a 51,27% do eleitorado. Ele venceu o candidato Wenceslau Souza Marques (PDT) com uma diferença de 229 votos. Créditos Jornal da Paraíba.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.