Jeová alerta que reforma da previdência quer a extinção dos benefícios rurais

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) denunciou hoje (07) que a proposta de Reforma da Previdência defendida pelo Governo Temer é um golpe contra os agricultores brasileiros. “Da forma como a proposta está, ela institui uma contribuição mensal e direta para que os agricultores possam ter direito aos benefícios, tais como, auxílio doença e de acidente, salário maternidade e até aposentadoria. Desta forma, se tem a extinção dos benefícios rurais, pelos simples fato de que os agricultores não podem pagar”, afirmou o parlamentar.

O deputado disse que, neste instante, às vésperas da votação da proposta, é importante que as lideranças políticas e do setor, os presidentes das federações de agricultura, das Câmaras Municipais, vereadores, presidentes de sindicatos, precisam se mobilizar. “É fundamental fazer pressão nos parlamentares para que eles não votem neste crime contra os agricultores brasileiros”, reiterou Jeová.

O deputado reiterou que a contribuição mensal e direta, como quer o governo federal, significa extinguir todos os benefícios e excluir os trabalhadores rurais da rede de proteção social da seguridade social que foi conquistada com a Constituição de 1988. “Eu tenho denunciado que essa reforma proposta por esse governo que ai está, não mexe em nada na previdência social para resolver seu problema de caixa, ela acaba com os direitos dos trabalhadores e favorece grandes grupos econômicos”, disse o deputado.

Ainda segundo Jeová, essa proposta de reforma da previdência é, na realidade, um grande conluio, das grandes estruturas econômicas do mundo, contra o trabalhador brasileiro. “Só há uma forma de barrar esse absurdo que é através da mobilização popular, principalmente, dos trabalhadores e agricultores”, finalizou o deputado, conclamando a sociedade para lutar contra a aprovação desta proposta.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.