Ferramenta Sagres Painéis criada pelo TCE-PB é destaque em seminário de TI e gestão pública

O Sagres Painéis, ferramenta de acompanhamento da gestão lançada em maio deste ano pelo Tribunal de Contas da Paraíba, foi um dos principais destaques da programação desta quarta-feira (6) do Simpósio Paraibano de Tecnologia da Informação e Gestão Pública.

Os participantes do evento aberto na terça-feira (5), no Centro Cultural Ariano Suassuna, pelo presidente do TCE-PB, conselheiro André Carlo Torres, acompanharam com atenção a apresentação feita pelo auditor de contas públicas Willo Pinheiro sobre o desenvolvimento da ferramenta e sua utilidade para o controle externo.

Na exposição, denominada ‘Painéis de Acompanhamento da Gestão: Business Intelligence com foco no Controle Social’, ele frisou que os painéis contribuem “para estimular e fomentar o controle social”, por dispor à sociedade, de forma mais simples e sistematizada, dados importantes da administração pública – estadual e municipal. Como os relativos, entre outros, à evolução de despesas e receitas, alterações do quadro de servidores, recolhimento previdenciário, transferências de recursos e procedimentos licitatórios.

E observou, em seguida, que o grande desafio da atualidade para ampliar a transparência da gestão pública, por meio da tecnologia da informação, “já não é mais simplesmente adotar a prática de dados abertos, mas sim desenvolver mecanismos e ferramentas que além de tornar públicas as informações ajudem a compreendê-las, a formular comparações, análises e estudos”.

Trabalho esse, conforme destacou, que o TCE paraibano vem fazendo ao longo dos anos e servindo de exemplo para outros Tribunais de Contas do país desde a criação, em 2000, do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade – Sagres -, depois o Sagres Online em 2005, os Dados Abertos em 2012, e agora, em 2017, o Sagres Painéis e o Sagres Combustíveis.

Aberta com apresentação dos representantes do Tribunal de Justiça da Paraíba, Gedvan Pereira e Herbert Ferreira, que falaram sobre ‘Guia de usabilidade e Interface de Aplicações,’ a programação desta quarta-feira compôs-se, no total, de seis palestras. Todas direcionadas aos quadros técnicos do próprio TCE-PB, dos Tribunais de Justiça, Regional Eleitoral e Regional do Trabalho, do Ministério Público Estadual, Assembleia Legislativa, Polícia Federal, Dataprev, Codata e do Serpro.

Até às 18 h, quando se encerrará, o seminário tem palestras dos técnicos Edmar Júnior (Tecnologias para Integração de Governo e Sociedade); Júlio Marinho (Codata e Segurança das Informações); Eriko Brito (Apresentação Institucional do PMI-PE); Ricardo Roberto (Sistema de Reconhecimento de Padrões para a Área Jurídica e Plataformas Cognitivas com ChatBoots) e Diego Quirino (Automação de Testes).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.