Após manter apoio, Ruy começa a criticar Temer e diz que presidente “perdeuba legitimidade”

Faltando apenas 11 meses para as eleições nacionais no Brasil, o presidente do PSDB da Paraíba, Ruy Carneiro, argumentou nesta terça-feira (05) que o governo Michel Temer perdeu completamente as condições políticas de tocar uma reforma com a dimensão e o impacto social que a da Previdência poderá ter no País. Perdeu legitimidade por falta de apoio no Congresso Nacional, mas sobretudo entre a população.

“Falta legitimidade a este que é, sem dúvida, o mais impopular presidente desde a redemocratização, nos anos 80, e um dos mais rejeitados de nossa história”, avalia Ruy, acrescentando: “A tão pouco tempo da manifestação popular nas urnas, em outubro do próximo ano, o mais prudente é aguardar que o próximo presidente, respaldado por um processo eleitoral, após todo o debate sobre esse tema tão delicado, possa tocar as mudanças necessárias e com a profundidade que o Brasil precisa”.

Conhecedor dos humores de Brasília, dada à sua experiência como deputado federal, Ruy Carneiro diz que o debate sobre os desequilíbrios da Previdência precisa ser feito para que o País possa retomar o crescimento econômico de maneira sustentável. Esse debate, diz ele, já vem ocorrendo em diversos lugares do mundo em função das transformações demográficas ocorridas nos últimos anos, inclusive na população brasileira, que está cada vez mais envelhecida, provocando um descompasso maior entre a arrecadação e os desembolsos do sistema previdenciário.

“Apesar da urgência desse debate, não podemos prejudicar as gerações com mudanças que sejam injustas ou feitas de maneira açodada, ao sabor de um governo que já não tem onde conseguir apoio da população e que vem perdendo mais e mais sustentação política”, acrescenta, salientando que também defende a saída imediata do PSDB da base governista.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.