Nordeste tem melhor resultado nacional na geração de empregos em outubro

A região Nordeste conta com uma alta no número de contratações para o mercado de trabalho no mês de outubro. Em um panorama geral, os estados somaram mais de 37 mil pessoas admitidas. O número é o maior do país no quesito, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

 

Na região, Alagoas se destacou com o maior número de geração de empregos do país no mês de outubro. Foram mais de 22 mil admissões e mais de 13 mil novos postos de serviço nas áreas da Indústria de Transformação, Agropecuária, Serviços, Comércio, Construção Civil e Serviços Industriais de Utilidade Pública.

 

Outro estado da região que se destacou no cenário nacional foi Pernambuco. Ficando em terceiro lugar em relação ao número de empregos no Brasil, foram mais de oito mil novos postos de trabalho e um aumento de 0,70%, com relação ao mês de setembro. Segundo o Diretor da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, José André Freitas, o período é excelente para o crescimento de empregos, principalmente por conta da mão de obra nas usinas de cana de açúcar.

 

“O período de moagem que vai agora em outubro mais ou menos e vai até fevereiro mais tardar final de março, que é o período de pico de atividade das usinas de cana-de-açúcar que ainda, em Pernambuco, são muito fortes e muito geradores de empregos, intensivas em capital humano. E isso claro, tem um forte impacto. Quando a gente vai pegar os microdados desses últimos resultados do Caged, do cadastro de emprego, para a gente ver o saldo, o saldo realmente maior, o impacto maior é justamente na parte de fabricação de açúcar e álcool”.

 

Outras áreas também se destacam em Pernambuco, com ênfase na Indústria de Transformação, Agropecuária, Serviços e Comércio, Construção Civil e os Serviços Industriais de Utilidade Pública. Segundo Freitas, para que Pernambuco siga com altos índices de emprego, o padrão deve ser o mesmo nos próximos meses, com a manutenção do trabalho feito juntamente ao governo estadual.

 

“A gente tem uma manutenção maior e deve ter essa manutenção maior de empregos de um futuro próximo por conta do nível de qualificação que a gente vem tendo. A gente vem acompanhando de perto os trabalhos das escolas técnicas. Aqui a educação básica da gente do estado de Pernambuco, recebeu maior índice de qualificação da educação básica de todo país empatando, salvo engano, com São Paulo. Então a gente tem uma atenção voltada à questão da Educação, do nível da Educação e do nível técnico, ou seja, um trabalho muito mais de inteligência para poder tentar casar perfil de demanda com os empreendimentos”.

 

 

No Brasil, 75,6 mil novos empregos foram registrados em outubro. Este já é o oitavo saldo positivo do ano, o sétimo consecutivo. Segundo o Caged, foram registradas 1.187.819 admissões e 1.111.220 demissões no mês passado. A região Sul somou mais de 21 mil cidadãos contratados, seguidos por 13.552 no Sudeste e 4.210 no Norte. O Centro-Oeste foi a única região que apresentou uma pequena diminuição, com mais demissões do que contratações.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.