“Não seria aprovado”, dispara Lucas de Brito sobre título à Lula

Apesar de ser contra a honraria, o vice-presidente da Câmara de João Pessoa, Lucas de Brito (PSL), comentou nesta sexta-feira (25) que não há empecilho para o ex-presidente Lula receber o título de cidadão pessoense, mas acusou o ato de pré-campanha flagrante do petista.

O título foi prestado ao ex-presidente 20 anos atrás, mas apenas nesta sexta-feira (25) que Lula vem à Capital da Paraíba recebê-lo.

“20 anos atrás quando o título foi concedido não teve problemas, mas se fosse hoje, não seria aprovado”, disse Lucas afirmando que o titulo não poderia ser concedido, mas se já foi então a Câmara não criou empecilho para a entrega.

Porém, a Mesa Diretora da Casa não deve comparecer à solenidade e ficou a cabo do vereador que propôs a entrega do título, Marcos Henriques (PT), capitanear a sessão solene. O autor da propositura foi o também petista, já falecido, Julio Rafael.

“É mais um comício para dar continuidade à caravana de Lula que vem fazendo pré-campanha flagrante desde o ato na Transposição. A Justiça Eleitoral me parece inerte diante desse que parece ser mais um crime cometido por Lula de ordem eleitoral. Ele recebeu esse título concedido 20 anos atrás, ele não era processado, nem réu, nem condenado, agora são seis ações penais, condenado em uma delas por corrupção passiva e lavagem de dinheiro”.

Lucas citou ainda a resolução de 2017 que veta a concessão de títulos a pessoas com antecedentes criminais.

Com informações da CBN João Pessoa.

você pode gostar também Mais do autor