Após operação que apontou fraudes no IPM, oposição quer esclarecimentos

A oposição ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) deverá cobrar mais esclarecimentos das irregularidades encontradas na ‘Operação Parcela Débito’ no Instituto de Previdência do Município de João Pessoa (IPM). A informação foi do vereador Leo Bezerra (PSB).

O parlamentar disse que vai esperar as informações que serão repassadas pelo Gaeco, Polícia Civil e Controladoria do Município durante entrevista  coletiva para tomar uma posição.

“Eu vou esperar a coletiva para saber o que houve e tomar o meu posicionamento e que eles esclareçam para a sociedade o que estava acontecendo naquela secretaria”, afirmou.

A operação desencadeada pela manhã cumpriu  22 (vinte e dois) mandados de busca e apreensão, 20 (vinte) mandados de prisão preventiva e 16 (dezesseis) mandados de condução coercitiva, expedidos pelo Juiz de Direito da 6ª Vara Criminal da Capital paraibana.

Os suspeitos são apontados por fraudes na folha de pagamento do IPM envolvendo recursos no montante de R$ 25 milhões de reais.

você pode gostar também Mais do autor