No exercício de prefeito da Capital, Manoel Júnior faz visita aos vereadores da CMJP

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) recebeu, no final da manhã desta quarta-feira (14), a visita de institucional do prefeito em exercício da Capital, Manoel Júnior. Ele foi recebido pelo 1º vice-presidente da Casa, vereador Lucas de Brito (PSL/Livres), pelo 2º vice-presidente, João dos Santos (PR), pela 1ª secretária, Raíssa Lacerda (PSD), pelo 2º secretário, Dinho (PMN).

Também participaram do encontro os vereadores Milanez Neto (PTB), Bruno Farias (PPS), Eduardo Carneiro (PRTB), Bispo José Luiz (PRB), Professor Gabriel (PSD), Eliza Virgínia (PSDB) e João Corujinha (PSDC), além do diretor-geral Carlos Santos.

Manoel Júnior afirmou que a visita institucional é uma forma de integração entre os poderes Executivo e Legislativo. Ele destacou ainda o papel dos vereadores de oposição no desenvolvimento da Gestão Municipal.

Venho à Câmara não só como uma gentileza, mas como um hábito que deve ocorrer. Devemos sempre estar se integrando a favor da cidade. Agradeço aos vereadores de situação e também os de oposição que colaboram com a Gestão com críticas construtivas para construir uma cidade melhor para nossos filhos e netos”, ressaltou.

Para Lucas de Brito, a presença do prefeito em exercício na Casa representa a disposição do diálogo e harmonia entre os poderes. “É um ato de gentileza de Manoel Júnior fazer essa visita de cortesia, mostrando a disponibilidade de diálogo da Prefeitura da Capital para que os dois poderes caminhem juntos. A Câmara de João Pessoa recebe o prefeito em exercício de braços abertos e sabe da importância em recebê-lo”, afirmou o primeiro vice-presidente.

Toda a Mesa Diretora da Casa fez questão de recebê-lo, isso mostra que o senhor é muito bem quisto na Câmara de João Pessoa”, enfatizou Raíssa Lacerda.

Agenda em Brasília

Manoel Júnior explicou que esteve na terça-feira (13) em Brasília buscando recursos, dentre outros destinos, para a construção de creches, no valor de R$ 13 milhões, e para investimento em vídeo monitoramento, no valor de R$ 3,9 milhões. Ele ressaltou, ainda, que garantiu a prorrogação por mais quatro meses do recurso do Ministério do Turismo – no valor de R$ 6 milhões – para o projeto para conter a erosão da Barreira do Cabo Branco.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.