Dois Africanos fazem show aberto ao público neste fim de semana no Parque da Lagoa

Quem resolver visitar o Parque da Lagoa, neste sábado (25) vai ter uma agradável surpresa. É que a Banda Dois Africanos se apresenta gratuitamente, às 17h, em João Pessoa. O show é em comemoração aos cinco anos de formação do grupo e tem o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa, através da Fundação de Cultura (Funjope).

“Nós temos todo o interesse em valorizar as ações culturais, por parte dos artistas que fazem a cultura aqui na cidade. Principalmente os Dois Africanos, que é um grupo que faz parte da raiz de João Pessoa e já é reconhecido pelo público paraibano”, ressaltou o diretor adjunto da Funjope, Jonildo Cavalcanti.

O evento é um gesto de agradecimento ao público de João Pessoa. “Receber o apoio da prefeitura, para nós, é uma maneira de se sentir aceitado pela cidade que escolhemos para viver”, contou o vocalista da banda, Opai Bigbig .

No show de comemoração, acontecerão, ainda, as apresentações de Ramon Schnayder, Os Gonzagas, Polyana Resende, Seu Pereira e Macumbia. “Será como sempre, um momento de alegria e de muita surpresa, sem esquecer as emoções. Vamos apresentar um repertório novo”, contou Opai.

“Essa cidade é minha casa no Brasil”, revelou Opai, quando esclarece o motivo de fazer o show na Lagoa, em João Pessoa. “Aqui é onde tudo começou. Temos amigos de longas datas, pessoas que nos viram começar do zero. Então é por isso que comemoraremos nesta terra”, disse.

Dois Africanos não para de trabalhar. Com primeiro disco lançado em 2014, um EP lançado ano passado, já se preparam para lançar seu próximo CD. Em participação em um programa nacional, a banda fortaleceu seu espaço no Brasil, ganhando o respeito do público brasileiro e de vários artistas.

Criada desde fevereiro de 2012, o grupo é formado pelos cantores Opai Bigbig e Izy Mistura, que abordam em suas letras a riqueza do povo africano, que se faz cada vez mais presente no Brasil. A banda de World Afro pop, como eles definem o estilo, apresenta letras que passeiam entre o francês, inglês, português e línguas africanas.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.