Procon Estadual tira dúvidas de consumidores durante 25ª edição do Salão de Artesanato

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB) contará com um stand tira-dúvidas durante a 25ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba, que acontece a partir desta quarta-feira (18) até o dia 29 deste mês, no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. O objetivo é auxiliar os mais de 50 mil visitantes esperados pela organização do evento, que possam ter dúvidas ou problemas de relação de consumo.

Caso o consumidor precise abrir uma reclamação para solucionar a situação, ele pode ir a qualquer unidade do Procon-PB, com cópias de seu documento oficial com foto e de um comprovante de residência, além dos registros que comprovem a situação.

Para a superintendente do Procon-PB, Késsia Liliana, essa parceria com a Salão de Artesanato é uma oportunidade para que os consumidores esclareçam dúvidas no momento que elas normalmente acontecem, que é na hora da procura ou compra de algum produto ou serviço.

O Salão de Artesanato – A 25ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba tem como tema “Raiz cultural de um povo”. O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), e conta com cerca de 400 artesãos, representando um total de mais de 3 mil profissionais envolvidos, apresentando peças produzidas com materiais como algodão colorido, madeira, metal, osso, fios, pedras e produtos como cordel, xilogravura e comidas regionais.

Durante a feira, serão homenageados 15 artesãos de diversas localidades do estado: Clovis Martins (Guarabira), Lindalva Maria Andrade Néri (Gurinhém), Maria Nazaré Neres (Baía da Traição), Gilma Pereira de Oliveira (Caaporã), Carmelita Anunciada da Silva (São Sebastião do Umbuzeiro), José Sales (Boqueirão), Lourdes Diniz (Campina Grande), João Batista Barreto (Nova Palmeira), João Avelino (Campina Grande), Emiliano Alves Pereira (Monteiro), João de Deus Cavalcante (João Pessoa), Joca dos Galos (Araçagi), Maria José Rodrigues Pereira (Serra Branca) e Chico Ferreira (Catolé do Rocha).

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.