Dinaldo Wanderley e condenado a prisão por fraldes em licitação na cidade de Patos

O ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley, pai do prefeito eleito de Patos, Dinaldo Filho, foi condenado pela prática de crime de desvio de dinheiro público e fraude em licitação a sete anos e seis meses de reclusão. A decisão é do  juiz Cláudio Girão Barreto, da 14ª Vara Federal.

A motivação da prisão foi por conta do convênio com a FUNASA, celebrado para a realização de saneamento básico na cidade de Patos, possuía vigência de 12 meses e no dia 03/07/2004, foi depositado o valor de R$ 1.199.877,26; posteriormente, em 12/01/2005, por meio da ordem bancária, um novo depósito na quantia de R$ 899.908,50 foi realizado. Esses recursos foram desviados e não chegaram aos objetivos de realização da obra, sendo então repassados a várias pessoas também condenadas no processo nº 0001579-10.2012.4.05.8205.

O Ministério Público Federal afirma que houve diversas irregularidades na licitação e indicam que ela foi simulada. A FUNASA, no Ano de 2005, fez visita técnica e atestou que apenas cerca de 12,6% da obra teria sido realizada.

Na decisão, o magistrado afirma que ficou evidenciada a reprovabilidade social na conduta do réu, considerando que o crime foi cometido em detrimento da saúde pública, já que se tratava de obra de saneamento básico, mas especificamente do convenio Funasa/Prefeitura Municipal de Patos, para a implementação de obras de esgotamento no Bairro do Belo Horizonte.

Dinaldo Wanderley deverá iniciar o cumprimento da pena aplicada no regime semiaberto.

 

Blogdogordinho

você pode gostar também Mais do autor