Após o WhatsApp, justiça brasileira manda tirar o Facebook do ar por 24 horas

O Facebook está sob a mira da Justiça brasileira. Um juiz de Santa Catarina ordenou a retirada do ar da rede social, em todo o Brasil, por um período de 24 horas. A alegação da justiça se refere à desobediência a uma ordem judicial.

De acordo com a decisão de Renato Roberge, juiz eleitoral da cidade de Joinville (SC), o Facebook se recusou a tirar do ar um falso perfil que desdenhava do candidato Udo Döhler (PMDB). O mesmo era candidato à prefeitura do município. A Justiça também exige que o Facebook revele o IP do administrador do perfil “Hudo Caduco” e que ofereça direito de resposta ao candidato ofendido.

De acordo com o Facebook, a decisão “já foi cumprida” e o referido perfil já foi retirado do ar. De acordo com a afirmação de um porta-voz do Facebook, “por ora” a rede social “não vai sair do ar”.

você pode gostar também Mais do autor