Em ano eleitoral, Romero gasta 30 vezes mais com iluminação pública do que remédios em Campina Grande

A Prefeitura de Campina Grande investiu 30 vezes mais em iluminação pública do que em assistência farmacêutica. Os dados são do Portal da Transparência e mostram uma despesa de quase R$ 30 milhões com serviços de manutenção e execução do sistema de iluminação pública da cidade, só neste ano.
De acordo com o Portal, em 2016 foram gastos R$ 27.660.972,89 com manutenção preventiva e corretiva, fornecimento de mão-de-obra e materiais, além de custeio do serviço de iluminação pública de Campina. Só em uma das avenidas da Cidade – Manoel Tavares – foram gastos mais deR$ 600 mil com colocação de lâmpadas de LED. Enquanto isso, a prefeitura de Campina Grande gastou pouco mais de R$ 1 milhão com assistência farmacêutica, serviço que engloba um conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde.
A falta de investimentos em assistência farmacêutica é refletida diretamente na população, que sofre com a irregularidade na distribuição de medicamentos nas farmácias. A comerciante Maria Araújo, de 62 anos, que faz tratamento para  osteoporose e disfunção na tireóide, disse que recorreu à Justiça para ter a garantia dos medicamentos pela prefeitura da Cidade. “Os medicamentos que eu preciso são baratos, mas mesmo assim, tive que ir à Defensoria Pública para acionar a Prefeitura”, denunciou a vendedora que disse que, mesmo tendo feito a denúncia, permanece sem receber os remédios.
Parlamentopb

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.