MPF afirma ser inconclusivo relatório da CGU sobre a obra da Lagoa

Durante coletiva na tarde desta tarde desta quarta-feira (25), o procurador da República, Yordan Delgado, considerou como prematuro qualquer conclusão sobre as denúncias de irregularidades na obras de revitalização do Parque Solon de Lucena (Lagoa).

“Não se pode externar qualquer posicionamento do MPF, pois ainda estamos em fase de investigação”, ponderou.

Ainda durante a entrevista, o procurador disse que será anexado ao processo o relatório da Caixa Econômica Federal que diverge do apresentado pela Controladoria Geral da União (CGU).

O procurador garantiu que o órgão continuará as investigações independente do calendário eleitoral. De acordo com Yordan Delgado, o MPF não tem nenhum “viés político” e, portanto, vai continuar atuando mesmo no período eleitoral para poder esclarecer todas as denúncias.

“A verdade vai chegar com o fim das investigações, seja debaixo de qualquer tapete”, finalizou o procurador.
Maispb

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.